CCBNB apresenta programação virtual que valoriza cultura nordestina

setembro 02, 2020

CCBNB apresenta programação virtual que valoriza cultura nordestina

A partir desta quarta-feira, 2 de setembro de 2020, os Centros Culturais Banco do Nordeste (CCBNB) retomam sua programação de forma integrada e virtual, com apresentações pela internet. Semanalmente, de quarta-feira a sábado, a partir das 16h, o público terá acesso a uma programação gratuita, de classificação livre, composta por 120 projetos, selecionados via edital de chamada pública. A seleção beneficiou grupos e artistas individuais dos 9 Estados do Nordeste e do norte de Minas Gerais, nas modalidades Performance artística e Formação.

Às quartas, o CCBNB trará atividades de artes cênicas; às quintas, o foco será voltado às artes visuais; nas sextas, a música dará o tom e, aos sábados, atividades infantis diversas vão entreter a garotada.

Entre os projetos beneficiados, estão 2 do Maranhão, que se apresentam na programação desta semana: na sexta-feira (4), o cantor e compositor Ricardo Bondim, da cidade de Grajaú, apresenta o seu pocket show, tocando o que há de melhor na música raiz nordestina, inclusive com repertório autoral; e, no sábado (5), é a vez da artista Camila Reis, de São Luís, apresentar histórias encantadas e fábulas reais em seu espetáculo O Cantarolar dos Contos.

Veja a programação da semana de 2 a 5 de setembro de 2020:

Quarta-feira, 2 de setembro

16h – Show Fantasy Magia (EdMagic – Juazeiro do Norte-CE)

Espetáculo voltado para a família, com o objetivo de divertir e encantar os lares nestes tempos de pandemia. São mágicas clássicas e inovadoras, mostrando que as mãos são mais rápidas que os olhos.


17h – As Aventuras do Palhaço Piruá em Portugal (Palhaço Piruá – Parnamirim-RN)

O roteiro apresenta as aventuras do palhaço em uma viagem a Portugal, depois de receber uma proposta para trabalhar no maior circo da Europa. É um espetáculo divertido, com direção e dramaturgia on-line de Walter Velázquez, direto da Espanha.


18h – Martelada (Claudio Ferrario – Recife-PE)

Monólogo escrito e protagonizado pelo ator Claudio Ferrario, que leva um velho guardador de mistérios a relembrar as três vezes em que foi ao inferno. A peça é inspirada em um relato feito por Martelo, um do mais antigos Mateus de cavalo-marinho (personagem típico do tradicional folguedo cênico pernambucano). O espetáculo mistura delírio e realidade, numa atmosfera poética, convidando o público a embarcar na força desse personagem.


Quinta-feira, 3 de setembro

16h – Retrato Feminino Ilustrado: da Aquarela a Pintura Digital (Thaynha – Campina Grande-PB)

Oficina voltada a ilustradores, designers e amantes da arte em geral que procuram desenvolver trabalhos combinando técnicas mistas (analógica e digital). O processo criativo demonstrará o trabalho com a composição de um retrato em aquarela de representações da mulher e posterior etapa de pintura digital.


17h – Desenhando com Tesouras – O Processo de Criação na Colagem (Rogê Venâncio – Juazeiro do Norte-CE)

Diálogo do artista visual e designer Rogê Venâncio com públicos de todas as faixas etárias. Nesse trabalho, o artista fala de sua experiência e do seu trabalho com a colagem como expressão artística. A principal finalidade é levar ao público a oportunidade de conhecer a técnica e o processo de criação.


18h – Entrevista com artista urbana da região Nordeste – Nathê (Monique Premeira – Salvador-BA)

Entrevista com a artista urbana pernambucana Nathê, estudante de artes visuais da UFPE e grafiteira. O objetivo é apresentar ao público nomes de artistas que possuem pouca visibilidade, quando comparados a artistas de outras regiões.


Sexta-feira, 4 de setembro

16h – Nonato Lima Brasiliando (Nonato Lima – Fortaleza-CE)

O show Brasiliando tem como ideia principal mostrar o poder do acordeon em sua versatilidade, no modo de para compor músicas brasileiras modernas, sem perder a essência. Assim, Nonato Lima dá voz ao seu acordeon, mostrando as possibilidades que o instrumento pode alcançar. De modo intimista, fica ainda mais interessante admirar seu lado virtuoso e sua interpretação, fazendo novas releituras dos diversos gêneros da música brasileira.


17h – Pocket show Ricardo Bondim (Ricardo Bondim – Grajaú-MA)

O artista propõe-se a contagiar o público com a riqueza de ritmos do Maranhão, tocando o que há de melhor na música raiz nordestina, para o público de todas as idades, com o repertório autoral.


18h – The Baggios – Criando em Quarentena (The Baggios – São Cristóvão-SE)

Show gravado à distância, cada integrante de sua casa. Somada à apresentação, o grupo responde perguntas relacionadas à música e ao período de quarentena. O repertório conta com canções dos últimos álbuns lançados: Brutown e Vulcão, ambos indicados ao Grammy Latino.


Sábado, 5 de setembro

16h – Reciclando com Malabares – Sacos Plásticos em Ação! (Pablo Bailoni – Fortaleza-CE)

Oficina de produção de malabares com uso de sacos plásticos.


17h – A Onça e o Bode na quarentena (Cantos da Carochinha – Campina Grande-PB)

Contação de história que tem como personagens a onça e o bode. Eles acabam construindo uma mesma casa, sem se dar conta. Quando percebem que têm direitos iguais sobre o ‘imóvel’ resolvem, muito a contragosto, morar juntos. A partir daí, começam os conflitos, pois os dois têm personalidades e características distintas.


18h – O Cantarolar dos Contos (Camila Reis – São Luís-MA)

O Cantarolar dos Contos apresenta histórias encantadas e fábulas reais que trazem a poesia lúdica da literatura e da memória oral de nossos povos. Com seus personagens imaginários (bonecos animados) e muitas canções, a contadora de histórias passeia pelas trilhas da oralidade, narrando contos e despertando o imaginário de crianças e adultos.

Foto: Bondim Produções

Você pode curtir também

0 comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

GeraLinks