O triste retrato do Brasil em chamas

Brasil se aproxima de 150 mil focos de queimadas em 2020; só o MT corresponde a 1/4 dos pontos de calor identificados por satélite.

Queimada e vista em meio a área de floresta próximo à capital Porto Velho

O Brasil se aproxima dos 150 mil focos de queimadas registrados em 2020: somente o Estado do Mato Grosso corresponde a 1/4 dos pontos de calor identificados pelos satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com 37,43 mil focos. O Pará é o segundo da lista, com 24,08 mil focos, seguido por Amazonas (14,52 mil), Maranhão (8,8 mil) e Tocantins (8,64 mil).

O triste retrato do Brasil em chamas

Segundo o Portal do Monitoramento de Queimadas e Incêndios Florestais, o bioma mais atingido pelo fogo é a Amazônia (71,67 mil focos), seguido pelo cerrado (41,75 mil) e Pantanal (16,11 mil).

O triste retrato do Brasil em chamas

No Dia da Árvore (21 de setembro), pouco o que 'comemorar': imagens revelam o triste retrato do Brasil em chamas.

Fotos: Bruno Kelly/Amazônia Real, Vinícius Mendonça/Ibama e Vi Saul Schramm, via Fotos Públicas

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais