Ads Top

Programação virtual do CCBNB segue esta semana, com participação maranhense

Programação virtual do CCBNB segue esta semana, com participação maranhense

Os Centros Culturais Banco do Nordeste (CCBNB) iniciam, nesta quarta-feira (16), a terceira semana de sua programação integrada e virtual. As exibições contemplam artes cênicas, artes visuais, música e atividades infantis e são realizadas por meio do canal CCBNB no YouTube. O espetáculo Rei Egeu Pocket Show, do artista maranhense Alencar Egeu, é um dos destaques da programação desta semana, com apresentação na sexta-feira (18), às 17h.

Realizada sempre de quarta-feira a sábado, a partir das 16h, a agenda virtual dos centros culturais beneficia grupos e artistas individuais dos 9 Estados do Nordeste e do norte de Minas Gerais, nas modalidades Performance artística e Formação.

A programação é gratuita e tem classificação livre. Em todas as etapas, reúne 120 projetos selecionados via edital de chamada pública.

Acompanhe a programação de 16 a 19 de setembro:

Quarta-feira, 16 de setembro (Artes cênicas)

16h - Deus te faça feliz - Coletivo de Teatro Aruã (João Pessoa, Paraíba)

Obra autoral que traz à cena lugares da memória, um lugar bem familiar, a casa, o terreiro, o quintal, a cozinha, a varanda, mas que, acima das questões das espacialidades, pensa sobre as avós.

 

17h - Mulher em foco - A poesia das coisas - Aline Maria Moreira Rodrigues (Fortaleza, Ceará)

Exercita noções básicas de eletricidade utilizadas na área da Iluminação Cênica e compartilha conhecimentos introdutórios com técnicas, artistas, mulheres e pessoas em geral.

 

18h - Inventividade - Criando em casa - Inritmo Crew (Salvador, Bahia)

Aulas de dança incentivam a criatividade, a coordenação motora, memorização, percepção, variação de níveis, musicalidade, velocidade, transferência de peso, lateralidade, o contato com o chão e a prática do improviso. Indicada para todos os públicos. A proposta adéqua-se a quem nunca fez dança, iniciantes e para quem já pratica algum estilo.

 

19h - Plantão de utilidade lúdica - Carroça de Mamulengos (Juazeiro do Norte, Ceará)

Programa on-line que retrata vivências da dupla MariAna, mãe e filha, brincantes nascidas e crescidas em cena. Fala dos desafios de cuidar da alegria da humanidade. Aborda a atual situação mundial, envolvendo poesia, leveza e humor por meio da cultura popular, música, ciência e da saúde na arte da palhaçaria.

 

Quinta-feira, 17 de setembro (Artes visuais)

16h - Reflexões, descobertas e empoderamento negro através da arte urbana (Maceió, Alagoas)

Trabalho focado na negritude, reflete sobre descobertas e empoderamento para pessoas negras. O processo criativo para o desenvolvimento da arte negra e nordestina ocorre por meio do lambe-lambe, expondo arte urbana 24 horas por dia.

 

17h - Workshop: produção contemporânea de zines - Melqui Rodrigues e Victor Hugo (João Pessoa, Paraíba)

Vídeo apresenta um diálogo entre Melqui Rodrigues e Victor Hugo (Vitchan), ambos licenciandos em Artes Visuais pela Universidade Federal da Paraíba, sobre as múltiplas possibilidades das revistas alternativas (zine) e a autonomia da mesma. Desde o conteúdo abordado até a circulação impressa ou digital, expondo suas produções independentes.

 

Sexta-feira, 18 de setembro (Música)

16h - In Casa: Ukulele, voz e violão - Emiliano Pordeus (Sousa, Paraíba)

Show do cantor e compositor Emiliano Pordeus, com canções inéditas compostas no isolamento social do artista, além da canções autorais que já fazem parte do seu repertório. O artista faz uma perfomance musical, cantando e tocando ukulele e violão. Um set list variado de ritmos: ijexá, reggae, coco, xote, baião, bossa, samba e pinceladas poéticas.

 

17h - Alencar Egeu - Rei Egeu Pocket Show (Caxias, Maranhão)

Show de voz, violão e pedaleira, gravado em formato audiovisual para ser compartilhado on-line. O repertório é uma seleção de canções autorais inéditas do artista, que é vocalista, violonista e compositor.

 

18h - Contando histórias com música - Gabriel Aragão (Fortaleza, Ceará)

Propõe pontes entre compositores iniciantes e aspirantes a músicos. A ideia é responder dúvidas e quebrar tabus relacionados à composição de música popular, tendo como pontapé a importância de se escolher boas histórias. Aborda temas para o público em geral com interesse em processos criativos, descoberta vocacional na arte e composição musical popular, estimulando a criação autoral no contexto da pandemia.

 

19h - 15 anos de 'Abboio para um rinoceronte' - J. Velloso (Salvador, Bahia)

Trata-se de vídeo comemorativo dos 15 anos do primeiro disco do cantor compositor J. Velloso, com músicas nas vozes de artistas como Maria Bethânia, Gal Costa, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Beth Carvalho e Mariene de Castro.

 

Sábado, 19 de setembro (Atividades infantis)

16h - As histórias da Dona Chica - Amanda de Andrade Viana (João Pessoa, Paraíba)

Trabalha o cuidado e o amor que se deve ter com os avós, principalmente no momento de pandemia. Conta a história de Dona Chica, bisavó dos personagens que fazem parte da narrativa. O fio condutor são as relações afetivas entre a idosa e seus bisnetos. A partir de objetos retirados de uma mala de memórias, o enredo se desenvolve com animação de bonecos.

 

17h - Oficina de musicalização do Canela Fina - Canela Fina Musicalização Infantil (Salvador, Bahia)

São sete atividades interativas para as crianças e suas famílias desfrutarem e aprenderem em casa. Músicas e atividades são autorais, gravadas e editadas pelos professores do grupo, e pensam no desenvolvimento motor, social, criativo, afetivo e sensorial das crianças, incluindo a que existe em cada adulto. Os professores do Canela Fina são doutores e mestres em educação musical, com quase 20 anos de experiência na área.

 

Continua após a publicidade
Programação virtual do CCBNB segue esta semana, com participação maranhense Blog do Maurício Araya Programação virtual do CCBNB segue esta semana, com participação maranhense
5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.