Desde maio, gasolina acumula alta de 13,62%, aponta levantamento

Levantamento da ValeCard aponta aumento de 1,97% no preço do combustível em setembro, na quarta elevação seguida em 2020.


Desde maio, gasolina acumula alta de 13,62%, aponta levantamento

O preço médio da gasolina comum no Brasil subiu 1,97% em setembro de 2020, na comparação com o mês anterior, segundo levantamento feito pela ValeCard, empresa do setor de pagamentos eletrônicos. Os dados foram obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 29 de setembro com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados. O valor, que registrou queda entre janeiro e maio, já havia subido em junho, julho e agosto e voltou a aumentar em setembro, pelo quarto mês consecutivo, chegando a R$ 4,556 e acumulando uma alta de 13,62% em relação a maio.

Desde maio, gasolina acumula alta de 13,62%, aponta levantamento

Na quarta-feira (30), a Petrobras elevou o preço médio da gasolina em suas refinarias em 5%, o que provavelmente deve elevar o valor do combustível nas bombas nas próximas semanas. O aumento é o segundo seguido promovido pela estatal, após um reajuste de 4% na semana passada.

Em setembro, conforme a ValeCard, a maior alta do preço da gasolina no país foi registrada no Amazonas (4,87%). Por outro lado, o Piauí registrou a maior queda no valor do combustível no período (-2,18%).

Salvador e Curitiba têm menores preços entre as capitais

As capitais da Bahia (R$ 4,087), do Paraná (R$ 4,092) e de São Paulo (R$ 4,215) foram as que apresentam preços menores em setembro. Já Rio Branco, no Acre, foi a capital com maior preço médio (R$ 5,003).

Foto: Marcelo Camargo/ABr (acervo)

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais