Receba atualizações por

Facebook rejeita 2,2 milhões de anúncios por manipulação política

Vice-presidente do Facebook diz que plataforma anexou avisos de informações falsas a 150 milhões de postagens na rede social.

Facebook rejeita 2,2 milhões de anúncios por manipulação política

O Facebook rejeitou um total de 2,2 milhões de anúncios foram rejeitados em sua plataforma e, também, no Instagram, além de outras 120 mil postagens apagadas por tentar 'obstruir a votação' na eleição presidencial dos Estados Unidos. Em outras 150 milhões de postagens, o Facebook anexou advertências sobre informações falsas. Os dados foram divulgados pelo vice-presidente de relações globais e comunicações do Facebook, Nick Clegg, em entrevista ao francês Journal du Dimanche, e publicados pelo britânico The Guardian, com informações da AFP.

A plataforma está um esforço para evitar a repetição de eventos que antecederam a eleição presidencial de 2016, com uso de manipulação política, como esclareceu Clegg na entrevista ao Journal du Dimanche.

35 mil funcionários cuidam da segurança de nossas plataformas e contribuem para as eleições. Estabelecemos parcerias com 70 meios de comunicação especializados, incluindo cinco na França, na apuração de informações

A própria AFP é parceira nesse trabalho de combate à desinformação, que inclui, além das parcerias com veículos de comunicação, o uso de inteligência artificial para deletar, segundo o próprio Facebook, bilhões de postagens e contas falsas, antes mesmo de serem denunciadas.

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Continua após a publicidade

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Ouça o podcast Em Resumo

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante para enriquecer o debate.

Tecnologia do Blogger.