Ads Top

Nebulosas, constelações e eventos sobre Antu

Nebulosas, constelações e eventos sobre Antu

Apesar do nome, o Very Large Telescope (VLT), do Observatório Europeu do Sul (ESO), não é um único telescópio: na verdade, é composto por uma matriz de quatro telescópios unitários (UTs) de 8,2 metros de diâmetro (um dos quais está em destaque na imagem) e quatro telescópios auxiliares (ATs) móveis adicionais de 1,8 metros de diâmetro (três dos quais são visíveis no lado direito da imagem).

Cada UT tem seu próprio nome individual da língua mapuche, idioma do povo que habita regiões do Chile e Argentina. A estrela da imagem é Antu (ou UT1, o primeiro dos UTs), instalado no topo do Cerro Paranal, no Chile. O registro panorâmico, feito pelo embaixador fotográfico do ESO, Petr Horálek, revela, ainda, as belas cores do céu noturno nublado que circunda Antu.

Muitos objetos do céu noturno são visíveis na imagem: começando à esquerda, vemos a nebulosa Califórnia, o aglomerado de estrelas Plêiades, o braço da Via Láctea, a constelação de Orion e seu famoso cinturão de Órion, a nebulosa de Gum, a nebulosa Carina e o Cruzeiro do Sul. As características mais curiosas são as faixas ou listras verdes à direita do gabinete de Antu: são ondas de gravidade atmosférica, um tipo de 'tempestade' que perturba o ar, onde a gravidade puxa o ar para baixo e sua flutuabilidade o empurra de volta na camada superior da atmosfera da Terra.

Foto: P. Horálek/ESO

Nebulosas, constelações e eventos sobre Antu Blog do Maurício Araya Nebulosas, constelações e eventos sobre Antu
5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.