Correios lançam ‘manual’ para quem compra em sites do exterior

É um conjunto de vídeos, e-books e publicações que estarão disponíveis no site e nas redes sociais da empresa.

Com a chegada do fim de ano e de ações comerciais - como Single's Day, Black Friday e Natal -, e diante do acelerado aumento do comércio eletrônico internacional, impulsionado pelas recentes mudanças no padrão de consumo pós-pandemia, os Correios lançaram uma espécie de 'manual tira-dúvidas' para auxiliar quem compra em sites e marketplaces do exterior. É um conjunto de vídeos, e-books e publicações que estarão disponíveis no site e nas redes sociais da empresa, com informações e dicas que irão otimizar a chegada dos produtos comprados em sites internacionais e ainda esclarecer passos importantes sobre rastreamento, pagamento de impostos e o registro do CPF na encomenda importada.

Correios lançam ‘manual’ para quem compra em sites do exterior

Toda compra internacional é uma importação, esclarece os Correios. Ao chegar no Brasil, todas as encomendas são fiscalizadas pela Receita Federal e outros órgãos, antes de entrar formalmente em território nacional, e os Correios só realizam a entrega depois que os objetos são liberados pelos órgãos fiscalizadores.

Neste período, os Correios reforçam a operação das encomendas internacionais: com o aumento de capacidade de processamento, a empresa diz estar preparada para uma 'megaoperação de exportação e importação de encomendas', mobilizando maior contingente de colaboradores para as atividades operacionais, ativação de novos turnos e aumento das áreas de transferência de carga.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil (acervo)

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais