Receba atualizações por

Estudo chega à idade do Universo, e expõe divergências sobre assunto

Apesar de confirmar medições anteriores, novo estudo reforça divergências em cálculos feitos com outros métodos.

Um estudo realizado com o Telescópio de Cosmologia do Atacama (ACT, na sigla em inglês), no Chile, e publicado recentemente, sugere que o Universo tenha 13,77 bilhões de anos. Apesar de confirmar medições anteriores, o novo estudo reforça divergências em cálculos feitos com outros métodos; nesse, a margem de erro é de, pelo menos, 39 milhões de anos, para mais ou menos - ouça da coluna Giro Tech, do podcast Em Resumo, do Blog do Maurício Araya.

O tamanho e a idade do Universo é um dos maiores desafios da cosmologia atual, já que, a depender dos métodos e dos equipamentos usados para isso, os resultados podem ser completamente diferentes.

Estudo chega à idade do Universo, e expõe divergências sobre assunto

A análise feita no Chile usa a radiação cósmica de fundo em micro-ondas, marcas de quando o Universo ainda era quente e denso, cerca de 380 mil anos após o Big Bang.

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Continua após a publicidade

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Ouça o podcast Em Resumo

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante para enriquecer o debate.

Tecnologia do Blogger.