Nova série original brasileira da Netflix, Cidade Invisível estreia em fevereiro

Com estreia no dia 5, trama é primeiro projeto live-action de Carlos Saldanha, e explora lendas brasileiras.

Um policial ambiental atordoado pela morte da esposa, um incêndio e o misterioso surgimento de um boto-cor-de-rosa em uma praia carioca: a princípio, pode não fazer sentido, mas está tudo interligado na nova série original brasileira da Netflix, Cidade Invisível.

Nova série original brasileira da Netflix, Cidade Invisível estreia em fevereiro

E se as lendas sobre as quais você sempre ouviu falar fossem reais e estivessem entre nós, escondidas? Com estreia no dia 5 de fevereiro, a trama é o primeiro projeto live-action de Carlos Saldanha, diretor brasileiro indicado ao Oscar e conhecido pelas franquias animadas A Era do Gelo e Rio, além da animação O Touro Ferdinando.

Com sete episódios, Cidade Invisível traz temas relevantes e atuais como a preservação ambiental, o resgate da cultura popular brasileira, além de explorar as relações humanas por meio do místico e do suspense.

Protagonizada por Marco Pigossi e Alessandra Negrini, ainda tem Jessica Córes, Fábio Lago, Wesley Guimarães, Manu Dieguez, Julia Konrad, José Dumont, Victor Sparapane e Áurea Maranhão no elenco, entre outros.

Cidade Invisível, uma realização da Prodigo Films para a Netflix, é produzida por Beto Gauss e Francesco Civita (Prodigo Films), com Caito Ortiz (Prodigo Films), Maresa Pullman (BottleCap Productions) e Marco Anton (Boipeba Filmes) também assinando a produção executiva, bem como Mirna Nogueira como roteirista-chefe. A série é dirigida por Luis Carone e Julia Jordão, com direção-geral de Luis Carone.

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais