Cemaden alerta sobre risco de alagamentos, inundações e enxurradas no Maranhão

Há risco moderado de eventos geo-hidrológicos para mesorregiões norte, oeste, centro e leste maranhense, nesta terça-feira (16).

O serviço de previsão de risco geo-hidrológicos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, alerta sobre o risco moderado de eventos geo-hidrológicos para as  mesorregiões norte, oeste, centro e leste maranhense, nesta terça-feira (16).

Cemaden alerta sobre risco de alagamentos, inundações e enxurradas no Maranhão

Segundo o Cemaden, há previsão de chuva de intensidade moderada a forte, no decorrer do dia, com acumulados significativos e potencial para causar alagamentos, inundações de pequenos rios e enxurradas em áreas urbanas.

O alerta é válido, ainda, para algumas áreas dos Estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

Diferenças entre inundações, alagamentos e enxurradas

Segundo o Cemaden, inundação é "o processo em que ocorre submersão de áreas fora dos limites normais de um curso de água em zonas que normalmente não se encontram submersas", provocado pelas chuvas, e que põe em risco assentamentos urbanos localizados em áreas de planícies de inundação - devido ao crescimento desordenado das cidades.

Nas grandes cidades, ainda de acordo com o Cemaden, é comum se chamar de inundação o processo de alagamento urbano, esse caracterizado pela "extrapolação da capacidade de escoamento de sistemas de drenagem urbana e consequente acúmulo de água em ruas, calçadas ou outras infraestruturas urbanas, em decorrência de precipitações intensas".

Já a enxurrada é caracterizada pelo "escoamento superficial concentrado e com alta energia de transporte, que pode estar ou não associado ao domínio fluvial (do rio)", provocado por tempestades intensas, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias; além de provocar rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar corrida de massa.

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Continua após a publicidade

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante para enriquecer o debate.

Parceiros

GeraLinks - Agregador de links Uêba - Os Melhores Links Vagando na Net
Tecnologia do Blogger.