Norte do Maranhão segue em alerta para deslizamentos de terra

Cemaden adverte sobre também sobre risco moderado de alagamentos, inundações e enxurradas na Região Metropolitana de São Luís.

O serviço de previsão de risco geo-hidrológicos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, emitiu o terceiro alerta seguido sobre o risco moderado de eventos geo-hidrológicos para a mesorregião norte do Maranhão.

Norte do Maranhão segue em alerta para deslizamentos de terra

Para esta quinta (18) e sexta-feira (19), há possibilidade de registro de alagamentos, inundações de pequenos rios e enxurradas em áreas urbanas, em especial na Região Metropolitana de São Luís, provocados por pancadas de chuva de intensidade moderada no decorrer do dia, com potencial para acumulados em curto espaço de tempo. As chuvas dos últimos dias têm sido provocadas pela influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) na região.

Ainda segundo o Cemaden, há risco moderado para movimentos de massa, também na Região Metropolitana de São Luís, devido aos altos acumulados nos últimos dias, que ainda poderão ser incrementados pela previsão de pancadas de chuva de intensidade moderada com potencial para deflagrar deslizamentos de terra pontuais.

Nesta quarta-feira (16), conforme previsto pelo Cemaden, as fortes chuvas provocaram alagamentos e desmoronamentos em diversos pontos da capital maranhense: no Anel Viário, na avenida Vitorino Freire, no bairro Vila Maranhão (Zona Rural) e residencial Primavera.

Diferenças entre inundações, alagamentos e enxurradas

Segundo o Cemaden, inundação é "o processo em que ocorre submersão de áreas fora dos limites normais de um curso de água em zonas que normalmente não se encontram submersas", provocado pelas chuvas, e que põe em risco assentamentos urbanos localizados em áreas de planícies de inundação - devido ao crescimento desordenado das cidades.

Nas grandes cidades, ainda de acordo com o Cemaden, é comum se chamar de inundação o processo de alagamento urbano, esse caracterizado pela "extrapolação da capacidade de escoamento de sistemas de drenagem urbana e consequente acúmulo de água em ruas, calçadas ou outras infraestruturas urbanas, em decorrência de precipitações intensas".

Já a enxurrada é caracterizada pelo "escoamento superficial concentrado e com alta energia de transporte, que pode estar ou não associado ao domínio fluvial (do rio)", provocado por tempestades intensas, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias; além de provocar rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar corrida de massa.

Informações atualizadas às 22h - 18/02/2021

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais