Receba atualizações por

CCVM divulga selecionados de chamada pública para oficinas

Foram selecionados 17 projetos para integrarem a programação de 2021.

O Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM) divulgou o resultado de sua primeira chamada pública para oficinas: ao todo, houve 222 projetos inscritos, de 16 Estados brasileiros, dos quais foram selecionados 17 projetos das mais diversas linguagens artísticas, como audiovisual, música, artes manuais, artes cênicas, etc. Os projetos selecionados vão compor a programação anual do CCVM, dando continuidade ao programa educativo da instituição.

CCVM divulga selecionados de chamada pública para oficinas

"As oficinas selecionadas para o ano de 2021 formam um conjunto diverso de propostas formativas que têm como principal objetivo instrumentalizar os participantes nas mais diversas áreas dos saberes culturais, além de garantir e ampliar a troca de experiências educativas", diz Gabriel Gutierrez, diretor e coordenador artístico do CCVM.

Em quatro anos de funcionamento, o CCVM já ofereceu ao público 161 cursos e oficinas de forma gratuita, comandadas por artistas e profissionais importantes no Maranhão e no Brasil, como o curso de arte africana, voltado aos professores de arte e história da rede pública de ensino. Ministrado por Juliana Bevilacqua, o curso teve 5 turmas, reunindo 280 participantes e está disponível, na íntegra, pela internet.

CCVM divulga selecionados de chamada pública para oficinas

Veja a lista de oficinas selecionadas para compor a programação de 2021 do CCVM:

  • A música no documentário - Ana Rieper (RJ);
  • Aquilombola Afrodance - Joseph Kwabena Osei (MA);
  • Bailado das tapuias - oficina de confecção de chapéu de tapuia - Sociedade Junina Bumba Meu Boi da Liberdade (MA);
  • Brincando de cazumbá - oficina de confecção de careta e bata para cazumbá no Bumba Meu Boi da Floresta do Mestre Apolônio - Sociedade Junina Turma de São João Batista - Bumba Meu Boi da Floresta (MA);
  • Dança da mangaba: batuque e trejeito maranhense - João Teles da Silva (MA);
  • Drama e ideologia: um exercício de escrita dramática e pensamento - Eduardo Medeiros (MA);
  • Elementos latinos para composição, improvisação e acompanhamento - Gabriel Furtado Paes (DF);
  • Entendendo e elaborando portfólios artísticos para fazedores de cultura popular - Júlia Martins e Mariana Cronemberge (MA);
  • Ma'e Hag Paw - audiovisual para jovens indígenas - Santo Salu Santana Gomes Guajajara (MA);
  • Música preta: sua história e samples - Victor Moraes e William Simões (SP);
  • O brinquedo e o imaginário de Maracanã - oficina de percussão com pandeirões e
  • bailados no bumba meu boi de Maracanã - Associação Recreativa e Beneficente, Folclórica
  • e Cultural de Maracanã (MA);
  • Oficina de produção musical eletrônica - Ricardo Muralha e Bruno Queiroz (RJ);
  • Primeiros passos no aprendizado da técnica do mosaico - Bárbara Morais de Paula (MG);
  • Produção de vídeo de animação em sala de aula: técnicas possíveis - Sara Gabrielle Reis Marques (MA);
  • Salvaguarda do tambor de crioula: oficinas para crianças - Associação Folclórica Tambor de Crioula Arte Nossa (MA);
  • Sonário - São Luís - Camila Machado Garcia de Lima (DF);
  • Tambores e danças do Bom Jesus - Neuza Vieira Marques (MA).

As datas de realização das oficinas ainda serão divulgadas para inscrições.

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Continua após a publicidade

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Ouça o podcast Em Resumo

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante para enriquecer o debate.

Tecnologia do Blogger.