Representação artística mostra ventos estratosféricos perto do polo sul de Júpiter

Linhas azuis, representando a velocidade do vento, são sobrepostas a imagem real de Júpiter, tirada pela sonda Juno, da Nasa.

Esta imagem mostra a impressão de um artista dos ventos na estratosfera de Júpiter perto do polo sul do planeta, com as linhas azuis representando a velocidade do vento. Essas linhas são sobrepostas a uma imagem real de Júpiter, tirada pela JunoCam, a bordo da sonda Juno, da Nasa, a agência espacial americana.

Representação artística mostra ventos estratosféricos perto do polo sul de Júpiter

As famosas faixas de nuvens de Júpiter estão localizadas na baixa atmosfera, onde os ventos foram medidos anteriormente. Mas rastrear os ventos logo acima desta camada atmosférica, na estratosfera, é muito mais difícil, pois não existem nuvens lá.

Ao analisar as consequências de uma colisão de cometa na Década de 1990 e usar o telescópio Alma, do qual o Observatório Europeu do Sul (ESO) é parceiro, os pesquisadores conseguiram revelar ventos estratosféricos incrivelmente poderosos, com velocidades de até 1,45 mil km/h, perto dos polos de Júpiter.

Foto: ESO/L. Calçada & NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais