Receba atualizações por

No pior mês da pandemia de Covid-19, veja números da doença no Maranhão

No Maranhão, Covid-19 segue acelerando: já são mais de 263 mil casos acumulados; doença já matou mais de 7,16 mil maranhenses.

Abril foi o pior mês da pandemia de Covid-19 no Brasil: nos aproximamos dos 15 milhões de casos confirmados e das 400 mil mortes pela doença causada pela infecção pelo Sars-CoV-2, o novo coronavírus. A vacinação ainda não foi capaz de frear o contágio.

No Maranhão, a Covid-19 segue acelerando: foram mais de 20 mil casos registrados somente no mês de abril e, apesar de ter registrado queda no número de casos comparado a março - quando foram registrados 23 mil casos -, o Estado já ultrapassou a marca de 263 mil casos confirmados acumulados. Isso significa que a Covid-19 acometeu 3,7% da população total do Maranhão, estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 7,11 milhões em 2020.

Já em número de mortes, abril de 2021 superou o pico da primeira onda em 2020: neste mês, foram 1,09 mil mortes, contra 1,07 mil em junho de 2020, o maior patamar registrado até então. Ao todo, já são mais de 7,16 mil mortes.

No pior mês da pandemia de Covid-19, veja números da doença no Maranhão
Micrografia de célula (laranja) infectada com partículas do vírus Sars-CoV-2 (verde)

O Blog do Maurício Araya reuniu, em infográficos interativos, os principais dados sobre o avanço da Covid-19 no Maranhão: eles foram apurados no painel sobre a Covid-19 criado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Casos e mortes acumulados

Os primeiros casos e a primeira morte por Covid-19 foram registrados em março de 2020. No infográfico, é possível perceber a aceleração do contágio até junho de 2020 e a partir de fevereiro de 2021. As mortes também disparam no mesmo período.

Casos e mortes, mês a mês

O pico da primeira onda foi registrado em junho de 2020, com 45,15 mil casos e 1,07 mil mortes pela doença. A partir de fevereiro de 2021, é possível ver bem claramente como a segunda onda da pandemia de Covid-19 atinge o Maranhão: abril de 2021 se tornou o mês mais mortal, com 1,09 mil óbitos.

Avanço da Covid-19 nas cidades

São Luís, Imperatriz, Balsas, Caxias, Santa Inês e Timon foram a cidades maranhenses que registraram os maiores números de casos confirmados; São Luís, Imperatriz, Timon, São José de Ribamar, Caxias e Açailândia, os maiores números de mortes pela Covid-19.

Um dado, no entanto, chama a atenção: Boa Vista do Gurupi, Paço do Lumiar, Palmeirândia, São José de Ribamar, Viana, Buritirana, Senador La Rocque, Belágua e João Lisboa compõem o 'top 10' de cidades onde a doença foi mais letal, ou seja, registrou mais mortes em relação ao número de casos confirmados.

Avanço da Covid-19 em bairros de São Luís

Com 1,2 mil casos, o bairro do Turu é o que concentra o maior número de infectados pela Covid-19 na capital maranhense, seguido pelo Centro; Cohatrac; Renascença; Cidade Operária; Calhau; São Francisco; Cohama; Anjo da Guarda e Anil.

Foto: Niaid, via Fotos Públicas

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Continua após a publicidade

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Assista aos vídeos do canal no YouTube
Ouça o podcast Em Resumo

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante para enriquecer o debate.

Parceiros

GeraLinks - Agregador de links Uêba - Os Melhores Links Vagando na Net #RadarMA
Tecnologia do Blogger.