Receba atualizações por

1,5 mi de senhas associadas a e‑mails de governos são expostas

Brasil é país da América Latina que registra maior número de senhas expostas; no país, exposição afeta contas de domínios ‘.gov.br’ e ‘.jus.br’.

Mais de um 1,5 milhão de senhas associadas a endereços de e-mail de órgãos de governo de vários países do mundo estão disponíveis para download gratuito em fóruns da internet: os dados fazem parte de uma publicação maior, chamada COMB, com mais de 3 bilhões de senhas associadas a mais de 2 bilhões de endereços de e-mail exclusivos.

O pacote, descoberto originalmente em fevereiro de 2021, foi analisado pela empresa Shyhunt: segundo ela, os dados - cerca de 100 GB de informações - são uma compilação de diferentes brechas de segurança que afetaram empresas e organizações em anos anteriores.

1,5 mi de senhas associadas a e‑mails de governos são expostas

Os Estados Unidos são o país mais afetado pelo vazamento, com mais de 625 mil senhas associadas a contas de e-mail com domínio .gov; na América Latina, o Brasil registra o maior número, com 68,53 mil senhas associadas a e-mails com o domínio .gov.br - e outras 4,58 mil associadas ao domínio .jus.br -, seguido por México, Argentina, Colômbia, Peru, Chile, Costa Rica, Equador, El Salvador e Venezuela.

Entre as informações incluídas no pacote, estão credenciais associadas a e-mails da planta de purificação de água de Oldsmar, na Flórida, Estados Unidos, que sofreu um ataque de hackers que tentaram manipular níveis químicos de hidróxido de sódio na água distribuída à população, mas não há certeza sobre a associação desses fatos.

Com informações da Eset

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Continua após a publicidade

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Assista aos vídeos do canal no YouTube
Ouça o podcast Em Resumo

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante para enriquecer o debate.

Parceiros

GeraLinks - Agregador de links Uêba - Os Melhores Links Vagando na Net #RadarMA
Tecnologia do Blogger.