Nascer da Superlua de Sangue

Nesta quarta-feira (26), o céu ganha dois fenômenos simultâneos: a maior superlua do ano e um eclipse lunar total.

O nascer da Lua, nesta terça-feira, 25 de maio de 2021, é contemplado da Woodrow Wilson Memorial Bridge em Alexandria, Virgínia (Estados Unidos). O registro é do fotógrafo da Nasa, a agência espacial americana, Bill Ingalls.

Nesta quarta-feira (26), o céu ganha dois fenômenos simultâneos: a maior superlua - ocasião em que a Lua Cheia ocorre quando o satélite natural da Terra se encontra próxima ao seu perigeu, ou seja, mais próximo a nós - do ano e um eclipse lunar total - quando o Sol e a Lua estão em lados opostos do planeta.

Nascer da Superlua de Sangue

Por causa da combinação desses fenômenos, astrônomos chamam 'Lua de Sangue' em referência ao tom avermelhado que a superfície da Lua assume - aos nossos olhos - quando entra na fase máxima de sombreamento. 

O eclipse lunar total, no entanto, será observado apenas pelos países banhados pelo Oceano Pacífico.

Foto: Nasa/Bill Ingalls


Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Continua após a publicidade

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Assista aos vídeos do canal no YouTube
Siga o Canal do Maurício Araya no YouTube
Ouça o podcast Em Resumo

Gostou do conteúdo? Então deixe sua opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante para enriquecer o debate.

Parceiros

GeraLinks - Agregador de links Uêba - Os Melhores Links Vagando na Net #RadarMA
Tecnologia do Blogger.