Hubble flagra dupla dinâmica e deslumbrante de galáxias

Galáxias de IC 1623, a cerca de 275 milhões de anos-luz de distância na constelação de Cetus, estão nos estágios finais de fusão.

Uma colisão cósmica cataclísmica é retratada no centro desta imagem obtida pelo telescópio espacial Hubble, da Nasa/ESA: trata-se do par de galáxias IC 1623, a cerca de 275 milhões de anos-luz de distância na constelação de Cetus.

As galáxias estão nos estágios finais de fusão, e os astrônomos esperam que um poderoso influxo de gás acione uma explosão frenética de formação de estrelas na galáxia compacta resultante.

Hubble flagra dupla dinâmica e deslumbrante de galáxias

Agora, isso me parece familiar... o Hubble capturou IC 1623 em 2008 usando dois filtros em comprimentos de onda ópticos e infravermelhos da Advanced Camera for Surveys (ACS). Essa imagem incorpora dados da Wide Field Camera 3 e combina observações feitas em oito filtros abrangendo comprimentos de onda infravermelho a ultravioleta para revelar os detalhes mais finos de IC 1623.

Observações futuras do par de galáxias com o telescópio espacial James Webb vão ajudar a revelar, ainda mais, os processos que alimentam a formação de estrelas em ambientes como o IC 1623.

Foto: ESA/Hubble e Nasa, R. Chandar, via Fotos Públicas

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais