Como armazenar dados confidenciais com segurança

Perda ou vazamento de informações confidenciais podem ser problemas sérios para pequenas empresas; veja como manter dados confidenciais protegidos.

Não há, no mundo, alguma empresa que não armazene pelo menos um dado confidencial; até mesmo uma pequena empresa de varejo possui documentos com detalhes pessoais de funcionários, por exemplo, que, legalmente, devem permanecer sigilosos; ou documentos bancários, contratos de fornecedores e contratados, etc.

Proteger dados importantes como esses contra perda ou publicação inadequada são fundamentais. A empresa de segurança da informação Kaspersky elenca sete dicas de como armazenar dados confidenciais com segurança.

  • Ative a criptografia de disco completo em todos os dispositivos: em dispositivos onde dados confidenciais são armazenados ou transmitidos (ou seja, a maioria deles), certifique-se de habilitar a criptografia de disco completo (FDE); no Windows, a ferramenta FDE é chamada de BitLocker, enquanto no macOS é FileVault; já nos aparelhos iOS e Android, a ferramenta é habilitada por padrão - não o desative a menos que seja absolutamente necessário;
  • Restrinja dados confidenciais ao escritório: se precisar gravar dados confidenciais em uma mídia externa, como discos rígidos externos ou flash drives, criptografe-os com antecedência - há soluções para armazenamento criptografado na forma de criptocontêineres; o ideal, sempre, é que os dados nunca saiam do escritório;
  • Não transfira dados não criptografados pela internet: se for absolutamente necessário o envio de informações, criptografe-as primeiro; a maneira mais fácil é criar um arquivo protegido por senha, e o envio da senha ao destinatário deve ser feito por meio de um canal diferente;
  • Exclua dados confidenciais de que você não precisa mais: o que não precisar mais, exclua e esvazie sua Lixeira para que os dados não possam ser restaurados; para dados mais sensíveis, use um utilitário destruidor de arquivos para evitar sua recuperação;
  • Criptografe backups: backups são cruciais, mas também podem ser uma fonte de vazamentos; por isso, devem ser colocados em um criptocontêiner;
  • Armazene mais de uma cópia: armazene dados confidenciais, criptografados, em vários lugares isolados uns dos outros, seja em um computador, unidade externa ou em armazenamento confiável na nuvem;
  • Arquivo seguro e senhas de criptocontêiner: perder a senha de um arquivo que contém dados comerciais importantes significa perder os dados em si; armazene senhas em um aplicativo utilitário de gerenciamento de senha, por exemplo; use, também, ferramentas para criar criptocontêineres e de automatização de processos de backup de dados.

Com informações do Kaspersky Lab.

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais