Ariane 6: complexo de lançamento é inaugurado em espaçoporto europeu

Disponível em duas versões, com dois ou quatro propulsores, Ariane 6 vai oferecer mais desempenho e flexibilidade que o Ariane 5.

Foi inaugurado o novo complexo de lançamento do próximo foguete Ariane 6, no espaçoporto de Kourou, Guiana Francesa. É um novo marco para a agência espacial europeia (ESA), que avança com os testes finais para a primeira campanha de lançamento do novo veículo de lançamento, que substitui o Ariane 5. Disponível em duas versões, com dois ou quatro propulsores, o Ariane 6 vai oferecer mais desempenho e flexibilidade que seu antecessor.

O projeto do novo complexo de lançamento reúne todo o conhecimento obtido nas missões Ariane, Vega e Soyuz. A plataforma de lançamento possui 28,5 metros de profundidade por 200 metros de largura, concretada com volume equivalente a 67 piscinas olímpicas; no centro, a mesa de lançamento pesa 700 toneladas, com quatro metros de altura, 20 metros de comprimento e 18 metros de largura; já a torre de montagem do foguete, ou pórtico móvel, possui 90 metros de altura por 50 metros de largura, pesando 8,2 mil toneladas - mil a mais que a Torre Eiffel, na França - com retração de 140 metros. 

Ariane 6: complexo de lançamento é inaugurado em espaçoporto europeu

O núcleo do Ariane 6 e os estágios superiores são integrados horizontalmente dentro do prédio de montagem do veículo lançador - com 20 metros de altura, 112 metros de comprimento e 41 metros de largura - e preparados para o lançamento na zona de lançamento, distante cerca de 1 km. Esse modelo, segundo a ESA, reduz custos e oferece mais flexibilidade na montagem do foguete.

Ariane 6: complexo de lançamento é inaugurado em espaçoporto europeu

Os sistemas do complexo de lançamento estão em fase de qualificação: o sistema de dilúvio e instalações terrestres da energia acústica já foram testados; e a desconexão dos sistemas fluídicos que havia sido testada na França, agora está sendo testada na plataforma de lançamento. Um mockup, uma maquete, do Ariane 6 foi usado para testar os equipamentos, para que as equipes possam praticar todas as manobras envolvidas na campanha de lançamento.

Outros testes combinados entre o lançador e a base de lançamento estão em andamento.

Com informações da ESA / Fotos: ESA/CNES/Arianespace e ESA/S. Corvaja

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e enriqueça o debate. Siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, no Twitter, no Pinterest, no Instagram, LinkedIn e YouTube.

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais