1 em cada 3 brasileiros quer um NFT para chamar de seu

Pesquisa da Crypto.com revela, ainda, que grande parte dos brasileiros quer investir em criptomoedas nos próximos meses; NFTs estão em crescimento.

Um em cada três brasileiros (37%) espera comprar ou ganhar de presente um token não fungível (NFT), segundo pesquisa encomendada pela Crypto.com, que ouviu 2 mil pessoas; 59% dos brasileiros pretendem comprar criptomoedas pela primeira vez nos próximos 12 meses. Por outro lado, 13% dos entrevistados não sabem o que é um NFT.

Um token não fungível é uma unidade de dados única, que não pode ser substituída, armazenada em um formato digital na blockchain - base de dados de transações digitais. O mercado global de NFTs tem crescido: saltou de US$ 97 milhões em 2020 para US$ 10 bilhões em 2021, segundo o agregador de dados da indústria de NFT CryptoSlam!.

1 em cada 3 brasileiros quer um NFT para chamar de seu

"NFTs são uma tendência crescente em todo o mundo e o Brasil evidentemente não é exceção. Nossa pesquisa mostra que o interesse vem crescendo pelo país e será interessante ver como isso se desdobra à medida que mais pessoas passam a se familiarizar com a posse de tokens", diz o head de growth do Brasil na Crypto.com, Guilherme Sacamone.

O levantamento investigou ainda sobre os hábitos de investimento dos brasileiros, e descobriu que não apenas 40% dos entrevistados já investiram em criptomoedas nos últimos 12 meses, mas que 37% desejam possuir NFTs. Dos que já investiram em criptomoedas, 26% pretende investir em NFTs, sendo o principal motivo aplicar como investimento ou como proteção contra instabilidade.

59% dos brasileiros querem adquirir criptomoedas nos próximos meses

O estudo também constatou que fatores como a crise econômica, a inflação e o desempenho do Real estão levando os brasileiros a buscarem alternativas para diversificar sua carteira de ativos por meio de investimentos em criptomoedas: dois em cada três brasileiros já investiram em criptomoedas, e o motivo da compra foi como opção de investimento, enquanto 33% veem isso como uma forma de proteger seus ativos da instabilidade econômica, assim como um em cada quatro vê como uma forma de proteger seus ativos da interferência do governo.

Enquanto isso, mais de 59% dos brasileiros que ainda não investiram em criptomoedas, provavelmente, ou muito provavelmente, comprarão essas moedas pela primeira vez nos próximos 12 meses. Os três principais fatores que os impedem até agora são a necessidade de uma melhor compreensão de como comprar criptomoedas (62%), a necessidade de uma melhor compreensão de como a criptomoeda funciona (53%) e o desejo de ter a possibilidade de sacar em dinheiro seus investimentos com um cartão em um caixa eletrônico (34%).

Em relação aos brasileiros que investiram em criptomoeda no ano passado, 46% deles pretendem investir em um fundo de investimento em criptomoeda, enquanto 54% pretendem investir em criptomoedas próprias, como Bitcoin e Ethereum.

Com informações da Crypto.com/Sherlock Communications

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais