Hubble capta visão lateral de galáxia espetacular

NGC 3568 é uma galáxia espiral barrada a, aproximadamente, 57 milhões de anos-luz da Via Láctea, na constelação de Centaurus.

Nesta imagem, o telescópio espacial Hubble captura uma visão lateral de NGC 3568, uma galáxia espiral barrada a, aproximadamente, 57 milhões de anos-luz da Via Láctea, na constelação de Centaurus.

Em 2014, a luz de uma enorme explosão em NGC 3568 atingiu a Terra, resultado da morte de uma estrela massiva. Enquanto a maioria das descobertas astronômicas são o trabalho de equipes de astrônomos profissionais, a supernova foi descoberta por astrônomos amadores do Backyard Observatory Supernova Search, na Nova Zelândia.

Hubble capta visão lateral de galáxia espetacular

Essa observação do Hubble vem de um tesouro de dados construído para preparar o caminho para a ciência futura com o próximo telescópio espacial James Webb: ao combinar observações terrestres com dados de equipamentos do Hubble, os astrônomos construíram um precioso acervo de dados sobre as conexões entre as estrelas jovens e as nuvens de gás frio em que se formam.

Um dos principais objetivos científicos do James Webb é explorar o ciclo de vida das estrelas, em especial como e onde elas nascem; como ele vai observar em comprimentos de onda infravermelhos, o telescópio espacial será capaz de examinar através das nuvens de gás e poeira em berçários estelares.

Foto: ESA/Hubble e Nasa, M. Sun

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais