Hubble revela tumultuado trio galáctico na constelação de Câncer

Trata-se da fusão de galáxias IC 2431, uma massa de poeira e redemoinhos brilhantes de estrelas; descoberta é do maior ‘censo’ de galáxias já feito.

A massa de poeira e redemoinhos brilhantes de estrelas nesta imagem são a distante fusão de galáxias IC 2431, a 681 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Câncer. O telescópio espacial Hubble capturou o que parece ser uma fusão tripla de galáxias em andamento, bem como uma mistura tumultuada de formação de estrelas e distorções de maré - ou acoplamento de maré - causadas pelas interações gravitacionais desse trio galáctico.

O centro da imagem está obscurecido por uma espessa nuvem de poeira - embora a luz de uma galáxia de fundo possa ser vista perfurando suas extremidades externas.

Hubble revela tumultuado trio galáctico na constelação de Câncer

A imagem é de uma série de observações do Hubble investigando bizarras e extraordinárias galáxias encontradas pelo projeto Galaxy Zoo, considerado o maior 'censo' de galáxias já realizado, com o auxílio mais de 100 mil voluntários que classificaram 900 mil galáxias.

Foto: ESA/Hubble & Nasa, W. Keel, Dark Energy Survey, DOE, FNAL, DECam, CTIO, NOIRLab/NSF/AURA, SDSS (reconhecimento: J. Schmidt)

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais