Mostra Sesc de Cinema tem inscrições abertas até abril

Podem ser inscritos filmes de 23 Estados e o DF; para participar, produções devem ter sido finalizados a partir de 1º de janeiro de 2020.

Já consolidada como uma das principais iniciativas de incentivo ao cinema independente no Brasil, a Mostra Sesc de Cinema chega a sua quinta edição. Cineastas de todas as regiões do país podem inscrever, pela internet, seus trabalhos até o dia 14 de abril, com longas, médias e curtas-metragens de temas variados. Para participar, os projetos devem ter sido finalizados a partir de 1º de janeiro de 2020, e a lista com as produções selecionadas será divulgada até o dia 31 de agosto.

Assim como em 2021, a edição de 2022 ocorrerá - da seleção à exibição - em ambiente virtual. Podem ser inscritos filmes de 23 Estados e o Distrito Federal. Os trabalhos serão avaliadas por comissões estaduais formadas por profissionais do Serviço Social do Comércio (Sesc) e especialistas convidados. Além das seleções estaduais e regional, para a etapa nacional serão escolhidos 24 filmes e haverá uma curadoria especial para eleger outras 10 produções infanto-juvenis.

Mostra Sesc de Cinema tem inscrições abertas até abril

Além do prêmio, a Mostra Sesc de Cinema amplia a visibilidade das produções, uma vez que aquelas selecionadas serão exibidas em circuito regional ou nacional, que contará ainda com ações formativas como cursos, oficinas e workshops sobre os diversos ligados ao cinema.

Com informações do Sesc

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais