Videodanças: edital do CCVM abre novas inscrições

Iniciativa do Centro Cultural Vale Maranhão vai beneficiar sete trabalhos de artistas maranhenses; inscrições, pela internet, vão até 12 de junho.

O Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM) lançou a edição 2022 do edital Dança Aqui. Este ano, mais uma vez, serão selecionados projetos de videodanças de, no máximo, três minutos, que serão exibidas numa mostra nos canais da instituição. Serão aceitas, até 12 de junho, propostas de todos os estilos de danças possíveis: balé, contemporâneo, danças urbanas, jazz, cultura popular, stiletto, vogue, salão, etc. Ao todo, sete propostas serão selecionadas.

Podem se inscrever artistas maranhenses da dança e, também, do audiovisual, desde que desenvolvam projetos voltados à arte do movimento. "As videodanças produzidas em 2021 apresentaram uma excelente qualidade coreográfica, estética e de produção, por isso optamos por manter o edital neste formato, incentivando artistas a investigarem as possibilidades infinitas existentes na união entre as linguagens da dança e do audiovisual", afirma Calu Zabel, curador de dança do CCVM.

Videodanças: edital do CCVM abre novas inscrições

A chamada pública é um dos principais editais de incentivo aos profissionais da dança no Maranhão. "O Dança Aqui abre portas para que possamos criar com qualidade, dando o devido reconhecimento e visibilidade aos artistas maranhenses, reforçando nossa profundidade, potência e estilos. É uma ferramenta importante de realização e acervo para a dança maranhense", conta a bailarina Rebeca Carneiro, beneficiada no edital em 2021.

Com informações e foto do CCVM

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais