‘Guarnicê da Alvorada’ resgata memórias sonoras do São João

Na véspera do dia de Santo Antônio, programação festiva começa bem cedo, às 7h, no Centro Histórico de São Luís.

Show e discotecagem do vinil e digital voltados aos sotaques e diversidade da música do Maranhão e ao cancioneiro popular do Nordeste ocorrem neste domingo (12), no Reviver Hostel, Centro Histórico de São Luís: é o Guarnicê da Alvorada - Paisagens e Memórias Sonoras Juninas, realizado para despertar sensações festivas elevando nosso rico patrimônio cultural imaterial brasileiro. A programação começa às 7h, e se estende até às 20h. Os ingressos antecipados custam R$ 20, e podem ser comprados pela internet.

A dinâmica do evento segue os mesmos moldes da primeira edição do Baile da Alvorada durante o domingo-magro de Carnaval, neste ano. Na agradável atmosfera de um quintal com piscina num casarão do Centro Histórico, o público poderá desfrutar dos serviços de café da manhã, bar e farto buffet com feijoada e mocotó, além da boa música que embala o clima alegre e de descontração da iniciativa, dando a impressão de que todos ali estão em casa.

‘Guarnicê da Alvorada’ resgata memórias sonoras do São João

Desta vez, a Alvorada seguirá a temática junina, com decoração típica e terá como atração a DJ anfitriã Vanessa Serra mais Jorge Choairy, Victor Hugo e Capella System. O dia 12 de junho, Dia dos Namorados, véspera do dia de Santo Antônio, é também data de aniversário da professora da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), coureira e capoeira angola Márcia Torres, que faleceu em 2021, e, se estivesse viva, faria agora 55 anos. Para homenageá-la o show será com a Xaxados & Perdidos, banda que liderava e participava como cantora e percussionista. Haverá ainda participações especiais de Memel Nogueira (Forró do Mel), e da mestra de capoeira Samme Sraya, junto ao Coletivo Quem Nunca Viu, Venha Ver.

O Guarnicê da Alvorada - Paisagens e Memórias Sonoras Juninas tem o apoio cultural do Reviver Hostel e da Metalúrgica Kiola.

Atrações do Guarnicê da Alvorada

Vanessa Serra: é jornalista, produtora e DJ, colecionadora de discos e ativista da cultura do vinil no Maranhão, produtora fonográfica do LP Vinil & Poesia – Vol. 01 e criadora do programa Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras. Há seis anos começou a atuar como DJ em festivais de música, bares, restaurantes, lançamentos de livros e eventos sociais em São Luís. Já se apresentou em Atins e Barreirinhas (Lençóis Jazz & Blues Festival) e com o Festival BR 135; participou do Festival SIM, em 2018, e da Virada Cultural de 2019, em São Paulo.

Jorge Choairy: DJ, ator, sonoplasta e pesquisador musical desde 1995, sempre leva para a pista um set poderoso que o consolidou como uma referência e um dos mais requisitados da capital. Divide ultimamente suas aparições em São Luís e Atins, no Maranhão. Realiza o baile Carnavália. É cativo nos festivais de música e em vários projetos culturais do Estado.

Banda Xaxados & Perdidos: teve início em 2001, tendo a saudosa Márcia Torres como vocalista ao lado do cantor e compositor Chico Nô (que recentemente, lançou o trabalho autoral Visões de Lampião). Xaxados & Perdidos é um solo de expressões, de base de lutas sociais e agrárias, se forma para se apresentar eventualmente em manifestações, eventos acadêmicos, casas de shows e praças públicas. No repertório, músicas autorais, maranhenses e nacionais, nos ritmos de xaxado, xote, baião, quadrilha, bumba-boi, tambor de crioula, cacuriá, côco e outras emboladas intercalando alguns trechos de cordel, que falam sobre nossa cultura, lendas e tradições.

Capella System: é DJ desde 1998, sendo residente nos tempos áureos do Creóle Bar e Tombo da Ladeira, entre outras casas noturnas. É também produtor técnico e empreendedor de sonorização com diversos cursos de áudio profissional feitos em São Luís, São Paulo e Belo Horizonte. Ministra oficinas de montagem e técnica na discotecagem do vinil, e foi responsável pela criação do primeiro sound system nos moldes jamaicanos no Maranhão.

Samme Sraya: mestra da Escola de Capoeira Angola Laborarte, discípula do icônico Mestre Patinho. É ativista de gênero, militante da arte, criadora de coletivos de mulheres. Participa do Coletivo Quem Nunca Viu, Venha Ver. É coreira do Tambor de Crioula de Mestre Felipe. É produtora cultural e coordenadora executiva em projetos sociais, culturais de entretenimento e esportivo.

Victor Hugo: é DJ e pesquisador musical há 15 anos. Dedica-se ao resgate e divulgação da discografia produzida no Maranhão por meio do blog Música Maranhense, tendo registrado um vasto acervo musical produzido no Maranhão e outros artistas que por aqui passaram.

Memel Nogueira: produtor musical, guitarrista e sanfoneiro. É alagoano, fundou o grupo Forró do Mel em 2019, em São Luís. Neste trabalho, busca resgatar as raízes da música alagoana e do forró nordestino junto a delicada da música maranhense.

Márcia Torres - in memoriam: professora de psicologia da Uema. Entusiasta da cultura, coreira do Tambor de Mestre Patinho e capoeira angola do Laborarte. Líder integrante da Banda Xaxados & Perdidos. Faleceu em março de 2021. Completaria 55 anos, neste 12 de junho.

Com informações e fotos da assessoria

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais