Buraco negro adormecido é descoberto fora da Via Láctea

É o primeiro buraco negro de massa estelar ‘adormecido’ a ser detectado inequivocamente fora de nossa galáxia.

Uma equipe de especialistas internacionais, conhecida por 'desmascarar' várias descobertas de buracos negros, encontrou um buraco negro de massa estelar, com nove vezes a massa do nosso Sol, na Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia vizinha à nossa. Além disso, a equipe descobriu ainda - graças a seis anos de observações obtidas com o Very Large Telescope (VLT) do Observatório Europeu do Sul (ESO) - que a estrela que deu origem ao buraco negro desapareceu sem qualquer sinal de uma explosão poderosa, como uma supernova. A descoberta foi publicada na revista Nature Astronomy.

Esse é o primeiro buraco negro de massa estelar 'adormecido' a ser detectado inequivocamente fora de nossa galáxia, como destaca Tomer Shenar, líder do estudo que começou na KU Leuven, na Bélgica, e segue na Marie-Curie na Universidade de Amsterdã, na Holanda.

Pela primeira vez, nossa equipe se reuniu para relatar uma descoberta de buraco negro, em vez de rejeitar uma. Identificamos uma 'agulha num palheiro'

Buracos negros de massa estelar são formados quando estrelas massivas chegam ao fim de suas vidas e colapsam sob sua própria gravidade. Em um sistema binário, o processo deixa para trás um buraco negro em órbita com uma estrela companheira luminosa.

Buraco negro adormecido é descoberto fora da Via Láctea

Diz-se que um buraco negro está 'adormecido' se não emite altos níveis de raios-X, sendo esta precisamente a maneira como eles são normalmente detectados. Esses são particularmente difíceis de detectar, uma vez que não interagem muito com o meio que os rodeia. Os cientistas ainda não sabem muito bem se este evento é ou não acompanhado por uma violenta explosão de supernova.

Com informações do ESO

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais