Empresa abre vaga para ‘emprego dos sonhos’, literalmente

Vaga de especialista em dormir tem salário de R$ 5 mil; amar dormir é um dos requisitos.

Já pensou em ganhar dinheiro dormindo? É isso mesmo, dormindo. Essa é a proposta de uma marca de colchões, que está à procura de um 'especialista em dormir', testando a linha de produtos da marca. Para se candidatar não é necessário ser da área da saúde ou estudioso sobre sono, mas é imprescindível ser brasileiro, maior de 18 anos, criativo, usuário frequente de redes sociais e, claro, um sleep lover, ou seja, amar dormir. E o salário é tentador: R$ 5 mil, por três meses.

"Diferente das outras marcas, a gente acredita que um ótimo dia começa com uma boa noite de sono, por isso, nos dedicamos a desenvolver as melhores soluções e tecnologias capazes de recarregar a energia necessária que cada um precisa para alcançar a melhor versão de si mesmo. Basicamente, uma boa noite de sono é transformadora e podemos provar", explica Caio Abibe, country manager da Emma Colchões no Brasil, marca que abriu a vaga de emprego dos sonhos.

Empresa abre vaga para ‘emprego dos sonhos’, literalmente

O escolhido, além de testar e usar todos os produtos enviados pela marca, terá como responsabilidade postar as experiências e opiniões em suas redes sociais ao menos uma vez por semana ao longo do contrato.

Os interessados podem se candidatar pela internet, preenchendo um formulário de inscrição e enviando um vídeo de apresentação explicando "Por que devo ser escolhido para ser um especialista em dormir pela Emma". O prazo vai até 21 de agosto de 2022.

Com informações da Emma/Néctar Comunicação

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais