Funarte tem inscrições para capacitação em projetos culturais

Temas como elaboração, produção, divulgação e captação de incentivo estão no programa das oficinas gratuitas, que têm inscrições abertas.

O Complexo Cultural Funarte em São Paulo está oferecendo oficinas de capacitação para artistas, produtores, estudantes e profissionais liberais, voltadas a projetos culturais e artísticos, entre os dias 16 de agosto e 27 de outubro. Cinco temas serão abordados pelas oficinas: elaboração de projetos culturais; produção artística e cultural; pesquisa e indicadores culturais; leis de incentivo à cultura, editais e outros mecanismos de fomento públicos e privados; e divulgação cultural e comunicação para projetos culturais. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet.

A iniciativa é uma parceria da Fundação Nacional de Artes (Funarte) com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e abrange todas as etapas de um projeto cultural. As cinco oficinas disponibilizadas terão a duração de 12h cada, totalizando 60h de aprendizado. Cada módulo oferecerá 30 vagas. Os interessados podem participar de uma ou mais atividades e não são necessários conhecimentos prévios. Certificados serão emitidos aos participantes que frequentarem 75% das aulas. Os encontros presenciais ocorrem no Complexo Cultural Funarte SP.

Funarte tem inscrições para capacitação em projetos culturais

Conheça as oficinas e suas ministrantes: 

Elaboração de projetos culturais, com Dani Ribas

  • Dias 16 a 24 de agosto (terças e quartas-feiras) / Horário: 14h30 às 17h30;
  • Público-alvo: artistas, produtores culturais e interessados no tema;
  • Vagas: 30;
  • Não é necessário ter conhecimento prévio.

Dani Ribas é diretora da Sonar Cultural Consultoria. É doutora em Sociologia pela Unicamp e Especialista em Gestão e Políticas Culturais pelo Itaú Cultural. Trabalhou como consultora da Unesco e do Mercosul Cultural, e como pesquisadora do CPF-SESC SP. Exerceu o cargo de diretora do DATA SIM. Fez pesquisa em Economia Criativa para o Ipea. É professora de "Music Business", no Music Rio Academy, OnStage Lab, Música & Negócios (Inst. Gênesis/PUC-Rio), Fesp-SP, e de Gestão Cultural, na Unicamp. É consultora em planejamento e gestão de carreira na música, com base em análise de dados e tendências de comportamento de público.

Produção artística e cultural, com Cláudia Vendramini

  • Dias 30 e 31 de agosto; 6 e 13 de setembro (terças e quartas-feiras) / Horário: 14h30 às 17h30;
  • Público-alvo: artistas, produtores culturais e interessados no tema;
  • Vagas: 30;
  • Duração: 12h;
  • Não é necessário ter conhecimento prévio.

Cláudia Vendramini é mestre em Museologia (PPGMUS-USP) e especialista em Gestão de Projetos Culturais (Celacc/ECA/USP). Possui experiência profissional na área das artes visuais como educadora/mediadora, professora, pesquisadora, assistente de curadoria e produtora cultural. Foi coordenadora de produção da 29ª Bienal de São Paulo (2010), colaborou no programa educativo na 32ª Bienal (2016), e atuou como gerente do Programa Educativo da Fundação Bienal de São Paulo (2017, 2018 e 2019). É professora-colaboradora da Escola de Comunicações e Arte, da USP.

Pesquisa e indicadores culturais, com Gisele Jordão

  • Dias 17 e 24 de setembro (sábados) / Horário: 10h às 17h;
  • Público-alvo: artistas, produtores culturais e interessados no tema;
  • Vagas: 30;
  • Duração: 12h;
  • Não é necessário ter conhecimento prévio.

Gisele Jordão é doutora em Comunicação e Práticas do Consumo; mestre em Gestão Internacional; e graduada em Comunicação Social, pela ESPM-SP. Atualmente é professora e coordenadora do bacharelado em Cinema e Audiovisual, da ESPM-SP. É sócia-diretora da 3D3 Comunicação e Cultura. Tem experiência na área de artes e gestão cultural, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, artes, patrocínio e marketing cultural. É consultora de empresas para o investimento privado em cultura e gestora de projetos artísticos.

Leis de incentivo à cultura, editais e outros mecanismos de fomento públicos e privados, com Daniele Torres

  • Dias 4, 6, 11 e 13 de outubro (terças e quintas-feiras) / Horário: 14h30 às 17h30;
  • Público-alvo: artistas, produtores culturais e interessados no tema;
  • Vagas: 30;
  • Duração: 12h;
  • Não é necessário ter conhecimento prévio.

Daniele Torres é museóloga, com pós-graduação em História da Arte, Gestão da Cultura e Comunicação Empresarial. Atuou em diferentes empresas como produtora e gestora de espaços culturais, bem como em organizações sociais. Foi coordenadora de projetos culturais da Fundação CSN e gestora de patrocínios da Vale. Foi consultora das ONGs Instituto Rio (RJ) e RENCTAS (DF). De 2012 a 2015, foi gestora responsável pela captação de recursos do Instituto Brasileiro de Gestão Cultural e do Instituto Brasil Leitor. É sócia da Companhia da Cultura, desde 2004, e do Cultura e Mercado, desde 2016. Atualmente é diretora do Instituto AES.

Divulgação cultural e comunicação para projetos culturais, com Karina Poli

  • Dias 18, 20, 25 e 27 de outubro (terças e quintas-feiras) / Horário: 14h30 às 17h30;
  • Público-alvo: artistas, produtores culturais e interessados no tema;
  • Vagas: 30;
  • Duração: 12h;
  • Não é necessário ter conhecimento prévio.

Karina Poli tem pós-doutorado em Cinema, Rádio e Televisão (ECA/USP). É doutora e mestre em Comunicação (ECA/USP). É graduada em História (PUC/SP) e foi pesquisadora visitante do "Network", centro de pesquisa em "Creative and Cultural Economy", na Queen Mary University of London, tendo estudado os impactos das políticas públicas para a economia criativa na formação de hubs criativos. Atualmente é professora convidada do curso de especialização em Gestão Cultural, na Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP).

Com informações da Funarte/CCOM / Foto: Funarte (cortesia)

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais