History tem programação especial no Bicentenário da Independência

Conteúdos inéditos, entre novas séries e formatos curtos, fazem parte da celebração do canal aos 200 anos da Independência do Brasil.

A partir de 1º de setembro, o History dá início à sua programação especial em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil. Produções inéditas e especiais, em diferentes formatos e plataformas, irão celebrar umas das mais importantes datas para o país, ao longo de todo o mês de setembro.

A série de quatro episódios B de Brasil, apresentada por Eduardo Bueno, que estreia no dia 7 de setembro, revela o 'lado B' de todo o processo da Independência. Mescla de documentário com entrevistas e dramatização, revela alguns fatos pouco conhecidos sobre personagens e eventos da época. E são tantos os fatos que levaram à proclamação da Independência que, com 24 episódios, a série Dicionário da Independência, em formato curto, traz na forma de abecedário as palavras mais relevantes relacionadas a este evento. As veiculações já começam no dia 1º de setembro.

B de Brasil
B de Brasil revela o outro lado do processo de Independência do Brasil
History (cortesia)

Já a série Insurgentes, que estreia dia 5 com apresentação de Ricardo Carvalho, destaca a importância, nem sempre lembrada, do Nordeste brasileiro no processo da independência de Portugal. Neste especial são narradas as revoltas nordestinas, com foco nos verdadeiros insurgentes que articularam esses movimentos.

Inventores do Brasil, série em 13 episódios apresentada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, com direção de Bruno Barreto, percorre as biografias de algumas das figuras mais influentes no processo de construção do Brasil, de Dom Pedro II a Tancredo Neves. E em Aqui Tem História, de oito episódios, apresentada e conduzida pelo historiador Thiago Gomide com apoio da jornalista especialista em gastronomia Patrícia Ferraz, mais curiosidades são reveladas por meio de pontos históricos e sua relação com a Independência, incluindo detalhes da culinária brasileira que remonta aqueles tempos.

Parceria com o Museu do Ipiranga

Além da programação disponível em diferentes formatos e plataformas, o History fechou uma parceria inédita com o novo Museu do Ipiranga. Para o Salão Nobre do edifício histórico, onde está o recém-restaurado quadro Independência ou Morte, também conhecido como O Grito, de Pedro Américo, o History ofereceu um novo recurso visual: uma tela especial e interativa, que permitirá aos visitantes conhecer mais sobre a história do quadro e seus elementos. A pintura foi finalizada em 1888 e é considerada a representação mais consagrada e difundida do momento da Independência do Brasil. A nova instalação é a maneira que o History encontrou de ajudar o museu a trazer mais tecnologia e conhecimento à sua exposição.

"Para nós, a aliança com o History é uma honra e uma grande satisfação. A tela especial localizada no Salão Nobre permite utilizar a história com elementos educativos. Esperamos que a parceria perdure por muitos anos", comenta o professor Amâncio Jorge de Oliveira, vice-diretor do Museu do Ipiranga.

"Agradecemos ao museu pela parceria inédita, que promete ser de longa data, e por podermos celebrar juntos sua reabertura e iniciarmos as comemorações oficiais do Bicentenário da Independência do Brasil", comenta Eddy Ruiz, presidente da A+E Networks América Latina.

"Com a tela especial, estamos contribuindo para agregar tecnologia ao Museu, oferecendo mais conhecimento. Faz parte do compromisso do History destacar o valor da história brasileira e estamos entusiasmados para definirmos novos projetos em conjunto", afirma Raul Costa Jr., gerente geral do Grupo A+E Networks.

Em mais um momento histórico, na quarta-feira dia 7 de setembro, data de reabertura do museu depois de nove anos fechado para restauração, o History fará a cobertura da cerimônia em suas redes sociais, de forma a amplificar o evento em nível nacional.

"A história é o nosso DNA e o nosso papel é o de sempre apresentar os fatos e os personagens que marcaram a História e nos ajudam a entender o presente. O bicentenário é uma data importante e todo brasileiro deve celebrá-la. Além da aliança estratégica com o Museu do Ipiranga, investimos em novas produções originais de qualidade, para trazer conteúdo informativo e relevante sobre a Independência do Brasil e, assim, tornar o History a mais completa fonte de informação sobre como foi e tudo que aconteceu durante este processo", completa Raul Costa Jr.

Programação especial no Bicentenário da Independência

Dicionário da Independência: estreia 1º de setembro, quinta-feira, 23h

Nesta coprodução com a Moonshot Pictures, Eduardo Bueno guia os expectadores pela história da Independência do Brasil com seu jeito único. Ao escolher palavras importantes, ele conta aspectos diferentes do processo de independência. A cada letra, uma nova palavra e uma nova visão sobre a história que todos conhecemos – ou ao menos achamos que conhecemos! São 24 programas de três minutos.

Dicionário da Independência
Eduardo Bueno apresenta o 'Dicionário da Independência'
History (cortesia)

No primeiro episódio, Letra A, Eduardo Bueno fala sobre a definição de Assinatura nos tempos da independência do Brasil.

Insurgentes: estreia 5 de setembro, segunda-feira, 23h05

Em cinco episódios, a série apresentada por Ricardo Carvalho revela a importância do Nordeste, palco de diversas revoltas entre os períodos colonial e imperial. Em sua maioria, lembradas pelas violentas batalhas travadas entre elite e povo, brancos e negros, interesses da minoria contra o benefício da maioria. Mas pouco se fala sobre os eventos que culminaram nas batalhas e as pessoas por detrás delas. Uma coprodução com a Idé Productions, Insurgentes narra cinco revoltas nordestinas, com foco nos verdadeiros insurgentes que articularam os movimentos: a revolta da Balaiada no Maranhão, a Insurreição Pernambucana, a Sabinada na Bahia, a Cabanada em Alagoas e Pernambuco, e a Batalha dos Jenipapos, no Piauí.

Episódio de estreia: Insurreição Pernambucana (1645-1654) - No contexto da dominação holandesa na capitania de Pernambuco, o Estado do Brasil assina um acordo de trégua entre Portugal e os Países Baixos. Enquanto isso, os engenhos de cana de açúcar sofrem com as pragas, a seca, a forte cobrança de impostos e empréstimos feitos com banqueiros holandeses e a Companhia das Índias Ocidentais. Contagiados pelo desentendimento entre a elite e os governantes, homens como André Vidal de Negreiros, João Fernandes Vieira, Henrique Dias e Filipe Camarão lideram grupos para lutarem na Insurreição Pernambucana, o que culmina na extinção do domínio holandês no Brasil.

B de Brasil: estreia 7 de setembro, quarta-feira, 23h05

A série em quatro episódios, coproduzida pela Moonshot Pictures e conduzida por Eduardo Bueno, trata do processo de Independência do Brasil com um olhar inédito e diferenciado para o passado, presente e futuro do país. Em uma mistura de documentário com programa de entrevistas, o apresentador conduz a linha do tempo com a ajuda de historiadores e depoimentos de personalidades históricas.

No primeiro episódio, A Independência no Divã, Eduardo Bueno conversa com D. Pedro como se fossem terapeuta e paciente. Ao longo do episódio, D. Pedro vai revelando os principais momentos e pessoas da sua vida. Das desavenças com os pais até as dezenas de filhos, do nascimento ao regresso a Portugal, do Dia do Fico à guerra contra o próprio irmão, um olhar sobre toda a existência de Pedro, mostrando a vida inesperada e contraditória do primeiro imperador do Brasil.

Inventores do Brasil: estreia 8 de setembro, quinta-feira, 23h05

Apresentada por Fernando Henrique Cardoso, também coautor do roteiro, ao lado de Elio Gaspari, a produção recupera a memória das mais influentes personalidades da História do Brasil. A série mostra como diferentes personagens ajudaram a pensar e construir o país, como Dom Pedro II e Joaquim Nabuco; Euclides da Cunha, Campos Salles, Gilberto Freyre e Sergio Buarque de Holanda; Barão do Rio Branco; Getúlio Vargas; Juscelino Kubitschek; Dom Helder Câmara; Castelo Branco; Ulysses Guimarães e Tancredo Neves.

O episódio de estreia, Dom Pedro II e Joaquim Nabuco, aborda como diferentes personagens ajudaram a pensar e construir o país. Os anos de reinado de Dom Pedro II e as ideias abolicionistas de Joaquim Nabuco. Em seguida, Euclides da Cunha, Campos Salles, Gilberto Freyre e Sergio Buarque de Holanda resgata os grandes nomes da história do Brasil, por meio dessas personalidades.

Aqui Tem História: estreia 5 de setembro, segunda-feira, 21h10

Em oito episódios em formato curto, conduzidos pelo historiador Thiago Gomide e pela jornalista especialista em gastronomia Patrícia Ferraz, a série apresenta curiosidades e a influência dos 200 anos de Independência na culinária brasileira. Uma parceria do History com a editoria de gastronomia Paladar, do Estadão, coproduzida pela Studio 750, percorre os principais pontos históricos de São Paulo para apresentar fatos, aspectos gastronômicos e curiosidades a eles vinculados. Entre eles, a origem do nome do Viaduto do Chá, as iguarias dos monges do Mosteiro de São Bento e como era a comida de rua em 1822.

No primeiro episódio, Viaduto do Chá, Thiago conta a origem do nome de um dos viadutos mais famosos da cidade de São Paulo e, junto de Patrícia, comentam a importância do café e do chá na época da independência do Brasil.

Com informações do History / Press Services

Leia outros destaques do Blog do Maurício Araya. Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Siga o Blog do Maurício Araya no Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais