Lençóis Jazz e Blues Festival chega à 14ª edição com grandes shows

Barreirinhas e São Luís recebem programação, com shows e oficinas, gratuita e aberta ao público a partir desta sexta-feira (7).

Responsável por emplacar o Maranhão na rota dos grandes festivais do país, o Lençóis Jazz e Blues Festival chega à sua 14ª edição ampliando os espaços para que mais pessoas possam despertar o interesse pela boa música. Em 2022, a programação, totalmente gratuita e aberta ao público, será dividida em dois circuitos Barreirinhas e São Luís, e começa com shows e oficinas nesta sexta-feira (7) e sábado (8) na porta de entrada do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Depois, segue para São Luís, já iniciando as oficinas na segunda-feira (10) até quinta-feira (13), ministradas na Escola de Música do Estado do Maranhão, das 16h às 18h, para alunos ouvintes e masters. Na capital maranhense, os shows ocorrem na Concha Acústica Reynaldo Faray, Lagoa da Jansen, nos dias 14 e 15 de outubro.

Lençóis Jazz e Blues Festival chega à 14ª edição com grandes shows
Lençóis Jazz e Blues Festival chega à 14ª edição com grandes shows
Lençóis Jazz e Blues Festival (cortesia)/Blog do Maurício Araya (arte)

A iniciativa tem entre os propósitos oportunizar valiosas trocas de experiências também entre os artistas, juntando no mesmo palco talentosas expressões locais e nomes nacionais já projetados na história da música brasileira e instrumental. E entre os destaques nacionais, o Lençóis Jazz e Blues Festival recebe, pela primeira vez em Barreirinhas, o grupo MPB 4, formado por Aquiles Reis (voz), Miltinho (voz e violão), Dalmo Medeiros (voz e viola) e Paulo Malaguti Pauleira (voz e teclado).

Na ocasião, o grupo vocal vai apresentar todos os clássicos como Amigo é pra essas coisas (Aldir Blanc/Silvio Silva Junior), Roda Viva (Chico Buarque), A Lua (Renato Rocha) e Vira virou (Kleiton Ramil). E ainda traz novidades no repertório com interpretações de Beco do Mota (Milton Nascimento e Fernando Brant), Samba do Avião (Tom Jobim), Regra Três e O Bem Amado (Toquinho e Vinicius de Moraes).

Outro destaque é Paulinho Moska, que fará o encerramento do Lençóis Jazz e Blues Festival no dia 15. Ele vai apresentar o show Paulinho Moska: Os Violões Fênix do Museu Nacional, que começa com a exibição dos primeiros 15 minutos do documentário Fênix, o Voo de Davi, produzido e exibido pela GloboNews, seguido de um repertório composto por grandes sucessos de sua carreira como Tudo Novo de Novo, A Seta e o Alvo, Pensando em Você, A Idade do Céu, Lágrimas de Diamantes, Último Dia, Muito Pouco, além de uma música inédita do mestre Pixinguinha que ganhou letra escrita recentemente por Moska: A Dor Traz o Presente (Pixinguinha/Moska). Na verdade, é um momento de celebração pois Moska realiza o show tocando os violões que são uma terceira vida das madeiras oriundas do rescaldo no incêndio no Museu Nacional (RJ), em 2019, que um dia foram árvores, e que agora tornaram-se instrumentos de música e poesia.

"Será uma edição memorável. A programação está bem caprichada. Temos grandes parceiros e a estrutura foi muito bem pensada para que o público seja bem recebido e tenha ótimas sensações ao assistir shows incríveis", acentua Tutuca Viana, idealizador e coordenador geral do festival.

A realização do Lençóis Jazz e Blues Festival é da Tutuca Viana Produções e Fundação Nacional de Artes (Funarte); com patrocínio do Governo do Maranhão, Equatorial Energia por meio da Lei Estadual de Cultura. Apoio da Prefeitura de Barreirinhas, Sebrae e Sistema Fiema; e apoios culturais da Hotel Pousada do Buriti, Fazendinha, Pousada do Murici, Solar das Gaivotas, Pousada da Areia, Pousada Paraíso dos Lençóis, Pousada das Águias, Pousada do Rancho, Pousada do Rio, Pousada Lins, Orla Náutica Pousada e Rio Poty Hotel.

Programação do Lençóis Jazz e Blues Festival

Veja a programação completa do Lençóis Jazz e Blues Festival:

Circuito Barreirinhas

7 de outubro - sexta-feira - Praça da Matriz

  • 20h15 - Andrezinho Quarteto (MA);
  • 21h30 - Roberta Valente e Alexandre Ribeiro convidam Cleber Silveira e Zé Barbeiro (SP);
  • 22h30 - Otília Ribeiro & Banda (MA);
  • 0h - Jam Session no Coreto.

8 de outubro - sábado - Praça da Matriz

  • 20h30 - Thales do Vale e Quarteto (MA);
  • 21h30 - MPB 4 (RJ);
  • 23h - Felipe Cazaux (CE);
  • 0h – Jam Session no Coreto.

Circuito São Luís

14 de outubro - sexta-feira - Concha Acústica Reynaldo Faray

  • 20h15 - Roberta Valente e Alexandre Ribeiro (SP);
  • 21h30 - Projeto Tânia Maria (SP).

15 de outubro - sábado - Concha Acústica Reynaldo Faray

  • 20h15 - Gilson Peranzzetta e Nelson Faria (RJ);
  • 21h30 - Paulinho Moska (RJ).

Discotecagem com Jorge Choairy (MA) nos dois dias do circuito São Luís.

Oficinas

Em Barreirinhas e em São Luís, o festival conta, ainda, com a programação de oficinas, que ocorrem no Salão Paroquial da Praça da Matriz e na Escola de Música do Estado do Maranhão, respectivamente. As inscrições para 60 vagas podem ser feitas pela internet até este sábado, 8 de outubro.

Com informações da assessoria

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia nossos outros destaques. Contribua com o debate: deixe seu comentário. E siga acompanhando tudo o que é publicado aqui por meio do Google Notícias, Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.



Siga nas redes sociais

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais