São Luís e Teresina recebem I Mostra Piranhão de Cinema

Produções independentes dos dois Estados ganham destaque em evento que ocorre gratuitamente de 11 a 14 de janeiro, em formato híbrido.

Buscando promover a difusão de produções audiovisuais e cinematográficas independentes nas fronteiras entre Piauí e Maranhão, a I Mostra Piranhão de Cinema ocorre de 11 a 14 de janeiro de 2023 em formato híbrido (presencial e virtual) e simultaneamente em São Luís e em Teresina. Em sua primeira edição, o Piranhão tem como pontos de partida os eixos de memória, identidade e decolonialidade, ao buscar refletir e questionar os meios físicos e espaços hegemônicos de manutenção da memória, fortalecendo e afirmando perspectivas identitárias em obras e discussões que pautam a oralidade.

O projeto, aprovado no edital Ocupa CCVM Audiovisual do Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM), será composto por produções maranhenses e piauienses, bate-papos entre os realizadores, oficinas e análises dos filmes por críticos do cenário local. A programação foi composta a partir de uma chamada pública aberta entre novembro e dezembro de 2022, que recebeu 140 inscrições de realizadores dos dois Estados.

I Mostra Piranhão de Cinema ocorre em São Luís e Teresina
I Mostra Piranhão de Cinema ocorre em São Luís e Teresina, em formato híbrido
CCVM (cortesia)

O nome do evento faz alusão à definição dada às populações que habitam a região mesopotâmica entre os rios Parnaíba e Poti, fronteiras entre Piauí e Maranhão (Pi-ranhão) e a Mostra propõe um fortalecimento da cultura audiovisual e cinematográfica nos dois Estados, como destaca Gabriel Gutierrez, diretor do CCVM.

O cinema tem o poder de promover intercâmbios culturais e a Mostra Piranhão reflete essa conexão entre produções artísticas de dois estados nordestinos, uma região que há anos é um expoente do audiovisual brasileiro. Queremos, por meio dessas produções, envolver as pessoas em importantes debates sobre suas origens e memórias, entregando um conteúdo do qual elas se sintam parte

A I Mostra Piranhão de Cinema surge da necessidade de solidificar uma vertente do cinema independente que possa unir sob o mesmo viés as diferenças culturais entre os estados. "Nossa ideia é consolidar a Mostra enquanto meio contínuo de articulação entre os dois cenários de criação, difusão e formação, e que se faz ainda mais especial, necessária e urgente por ambos se tratarem de estados vizinhos que gestam formas de fazer cinema através da resistência", destaca Renata Fortes, jornalista, curadora e idealizadora do evento.

As exibições ocorrem a partir das 13h30, no CCVM, localizado na rua Direita, nº 149, Centro Histórico de São Luís. Em Teresina, ocorrem na Sala Torquato Neto, no Clube dos Diários, Centro. Os filmes selecionados na convocatória ficarão disponíveis por 10 dias no site da Mostra e no canal do CCVM no YouTube.

A Mostra Piranhão de Cinema é uma realização do CCVM e da produtora Labcine Filmes, com apoio da Associação Amigos da Arte e da Cultura do Piauí (Assaac) e do Instituto Ubíqua, Núcleo de Pesquisa em Jornalismo e Comunicação (Nujoc) e do Centro Acadêmico de Comunicação Social.

Programação da Mostra Piranhão de Cinema em São Luís, no CCVM

11 de janeiro

13h30 às 16h

Mostra Paralela - Trajetória Labcine 2017/18

  • Reação do Gueto (26’)
  • Mulheres de visão (20’)
  • Vidas em rotas (30’)
  • Clipe Whisky Blues - Banda Lolita (Acústico Casarão) (05’)

Mostra Especial

  • Nambuaçu (MA) - 30’
  • Profetas da Chuva (PI) - 20’

Mostra Homenagem

  • Palestina do Norte - 13’

18h30 às 20h30

Programa 1

  • Avôa - 4’
  • Amola o Coco - 3’
  • Quilombo Esperança - 15’
  • Panela de Pressão - 3’

12 de janeiro

13h30 às 18h

Mostra Paralela - Trajetória Labcine 2019/20

  • Rápido - 05’
  • Brilho do Sol - 04’
  • Esperança 1770 - 16’
  • Poucos que sobrevivem - 24’
  • Memórias de (Quase) cinema - 33’
  • Memórias de quando metemos o pé na estrada - 14’
  • O Manual do Jovem Negro 5’

Mostra Especial

  • Amo, Poeta e Cantador - 25’
  • Princesa do Meu Lugar - 16’

Mostra Homenagem

  • Cadê Edison - 72’

18h30 às 20h30

Programa 2

  • O Último Tiro - 3’
  • Lealdade - 7’
  • Contrato Assinado - 4’
  • O Lançar do Boi - 16’

13 de janeiro

13h30 às 18h

Mostra Paralela - Trajetória Labcine 2021

  • Virada da Década - 4’
  • Zaragata - 4’
  • Terra Nossa - 20’
  • Tempo de Pipa - 20’
  • Brilho do Sol - 04’
  • Esperança 1770 - 16’
  • Poucos que sobrevivem - 24’
  • Memórias de (Quase) cinema - 33’
  • Memórias de quando metemos o pé na estrada - 14’
  • O Manual do Jovem Negro - 5’

Mostra Especial

  • Macho Carne - 15’ - Classificação indicativa: 18 anos
  • Encarnado - 22’
  • A nossa festa vai começar - 14’
  • Thunder - o sonho não acabou - 103’

18h30 às 20h30

Programa 3

  • Coração do Loko Part II - 4’
  • Gorete Canivete - 15’
  • A Morte da Mímica - 12’

14 de janeiro

13h30 às 16h

Mostra Paralela - Trajetória Labcine 2022

  • Respiramos a queimar - 5’
  • Procure por mim na tempestade - 6’
  • Cidade Entre Rios - 20’
  • Álbum de Família - 11’
  • Iara - 3’
  • Timon, Papel e Letra - 3’

Mostra Homenagem

  • Pagode de Amarante - 15’

18h30 às 20h30

Programa 4

  • As Paneladas - 17’
  • Hortelã - 14’
  • Amarrado - 28’
  • Destina - 4’

Com informações do CCVM

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques do blog. Contribua com o debate: deixe seu comentário. E siga acompanhando tudo o que é publicado por meio do Google Notícias, Mastodon, Twitter, Facebook, Pinterest, TikTok, Instagram, LinkedIn e YouTube.



Siga nas redes sociais

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais