Siga os canais do Blog do Maurício Araya

TV box: quais são riscos desses aparelhos para a segurança?

Periodicamente, o assunto ‘TV box’ volta à cena e sempre que isso acontece alguns questionamentos sobre ele também voltam.

Recentemente, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) retirou de circulação uma grande quantidade de aparelhos de TV box a fim de combater a pirataria. Cada vez que uma apreensão desse tipo de dispositivo é feito, muitas pessoas se questionam sobre o assunto. Daniel Cunha Barbosa, pesquisador de segurança da Eset, escreveu um artigo em que aborda os principais riscos relacionados ao uso de aparelhos não homologados.

Segundo o especialista, uma série de riscos estão relacionados a aparelhos de TV box não homologados pela Anatel, mas os listados abaixo são, segundo Barbosa, os mais graves, pois abrem possibilidades para diversos outros riscos.

TV box: quais são riscos desses aparelhos para a segurança?
TV box: quais são riscos desses aparelhos para a segurança?
Receita Federal (acervo)

O primeiro é o comportamento anômalo do sistema operacional, que recebem modificações para que fiquem como o fabricante deseja, se este fabricante não for cuidadoso ou se ele possuir intuitos propositalmente maliciosos o simples fato de tê-lo instalado na rede pode trazer anomalias ao ambiente, entre eles a sobrecarga de tráfego de rede e lentidão no uso a internet perceptível a outros dispositivos; alterações em serviços como distribuição automática de IPs (DHCP) e resolução de nomes (DNS); coleta de informação passiva ou ativa sobre o tráfego; e coleta de informação passiva ou ativa sobre características de todos os dispositivos presentes.

O segundo risco relacionado é o uso de ferramentas ocultas baixadas sem permissão do usuário, que aumenta, significantemente, as possibilidades de interações maliciosas que o dispositivo pode obter.

Outro risco é a administração remota, ou seja, como são conectados à internet, hackers podem ter acesso e passem a administrar as redes de suas vítimas sem muito esforço.

Como evitar os riscos?

Daniel frisa que, mesmo que os aparelhos de TV box aparentem trazer algum benefício, os riscos atrelados a eles são grandes demais, e o especialista recomenda fortemente que nunca sejam usados.

Para ajudar na identificação de dispositivos recomendados ou não para uso, ou seja, homologados ou não, é preciso manter o alerta, por exemplo, para os 'serviços vitalícios', um dos principais atrativos usados pelos criminosos; comprar qualquer tipo de aparelho somente em lugares de confiança; e buscar o selo da Anatel, o que ajuda a assegurar que você está comprando um produto licenciado.

Com informações da Eset

Blog do Maurício Araya

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques. Contribua com o debate, deixe seu comentário.

Siga as atualizações por meio dos canais no WhatsApp e Telegram; Google Notícias; e perfis nas redes sociais Threads, Bluesky, Mastodon, Tumblr, Facebook, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Sobre o autor: Maurício Araya é jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e g1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Comente o conteúdo