Siga os canais do Blog do Maurício Araya

Imagem inédita ajuda cientistas a entender jatos expelidos por buracos negros

É a primeira vez que astrônomos observam chamada ‘sombra’ de um buraco negro; cientistas ainda não compreendem como jatos tão poderosos são lançados.

Pela primeira vez, astrônomos observaram a 'sombra' do buraco negro no centro da galáxia Messier 87 (M87) - a 55 milhões de anos-luz de distância da Terra - e o poderoso jato expelido por ele. As observações foram feitas em 2018 com telescópios do Global Millimeter VLBI Array (GMVA), do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (Alma), no Chile, e do Greenland Telescope (GLT).

Graças ao registro inédito, astrônomos podem entender melhor como os buracos negros podem lançar jatos tão energéticos.

Imagem inédita ajuda cientistas a entender jatos expelidos por buracos negros
Imagem inédita ajuda cientistas a entender jatos expelidos por buracos negros
R.-S. Lu (SHAO), E. Ros (MPIfR), S. Dagnello (NRAO/AUI/NSF)

A maioria das galáxias abriga um buraco negro supermassivo em seu centro. Embora eles sejam conhecidos por engolir matéria em sua vizinhança imediata, eles também podem lançar poderosos jatos de matéria que se estendem além das galáxias em que vivem. Compreender como os buracos negros criam esses enormes jatos tem sido um problema antigo na astronomia.

"Sabemos que os jatos são ejetados da região ao redor dos buracos negros", diz Ru-Sen Lu, do Observatório Astronômico de Xangai, na China, "mas ainda não entendemos completamente como isso realmente acontece. Para estudar isso diretamente, precisamos observar a origem do jato o mais próximo possível do buraco negro".

A nova imagem mostra o jato emergindo perto do buraco negro - 6,5 bilhões de vezes mais massivo que o Sol -, bem como o que os cientistas chamam de sombra do buraco negro. À medida que a matéria orbita o buraco negro, ela se aquece e emite luz. O buraco negro se curva e captura parte dessa luz, criando uma estrutura semelhante a um anel ao redor do buraco negro visto da Terra. A escuridão no centro do anel é a sombra do buraco negro.

ESO

Blog do Maurício Araya

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques. Contribua com o debate, deixe seu comentário.

Siga as atualizações por meio dos canais no WhatsApp e Telegram; Google Notícias; e perfis nas redes sociais Threads, Bluesky, Mastodon, Tumblr, Facebook, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Sobre o autor: Maurício Araya é jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e g1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Comente o conteúdo