Siga os canais do Blog do Maurício Araya

Projeto Mapas, da VLI, recebe Prêmio InovaInfra 2023

Iniciativa, inédita para aumentar a segurança nas faixas de domínio, se destaca como inovadora nas ferrovias.

O projeto Mapeamento, Análise, Prognóstico e Ações Sustentáveis para as Faixas de Domínio (Mapas) da companhia de soluções logísticas em portos, terminais e ferrovias VLI, criado para diagnosticar e criar um método para aumentar a segurança nas faixas de domínio da ferrovia, recebeu, esta semana, o 4º Prêmio de Inovação na Engenharia e Infraestrutura (InovaInfra), realizado pela revista O Empreiteiro.

A solenidade foi realizada no Centro Brasileiro Britânico (CBB), em São Paulo. Em sua quarta edição, o Prêmio InovaInfra segue com objetivo de evidenciar os projetos inovadores desenvolvidos e aplicados em empreendimentos de infraestrutura.

Projeto Mapas, da VLI, recebe Prêmio InovaInfra 2023
Projeto Mapas, da VLI, recebe Prêmio InovaInfra 2023
VLI (cortesia)

Para o gerente-geral de serviços integrados ao negócio da VLI, Marcos Antônio Laranja Pinto, a premiação reforça que essa é uma proposta pioneira no setor ferroviário brasileiro, que garante mais segurança para as famílias que hoje possuem moradia às margens da linha férrea.

"Este prêmio reconhece o compromisso da companhia de criar valor para a sociedade, bem como de transformar a logística e a vida da população brasileira. Entre os benefícios a serem alcançados com o Mapas está a elaboração de diagnósticos e propostas para abordagem dos territórios das faixas de domínio. Além disso, serão apontadas alternativas seguras para a realocação das famílias ocupantes, que possam ser apresentadas às administrações públicas locais. Trata-se de um ganho de segurança para as comunidades envolvidas e para a operação ferroviária", frisa.

O Mapas é uma iniciativa pioneira no setor ferroviário brasileiro, desenvolvida pela VLI, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG), com o intuito de trazer mais segurança para as famílias que, hoje, possuem moradia às margens da ferrovia.

Faixa de domínio é aquela estabelecida tanto à direita quanto à esquerda das vias e instalações férreas, para garantir a segurança de todos. A margem da faixa de domínio tem medidas variáveis, conforme cada localidade e depende de registros da União, mas para que acidentes sejam evitados, ela deve ser de, no mínimo, 15 metros. Entretanto, em muitos casos, para ampliar ou mesmo construir propriedades, as pessoas acabam fazendo uso dessa área, que pertence à União.

Marcos Laranja frisa que as entidades acadêmicas, com excelência em pesquisa e desenvolvimento, construirão, em conjunto com a VLI, um método para tratar a questão. Um projeto-piloto será desenvolvido e colocado em prática na região oeste de Belo Horizonte e Contagem. Em um momento posterior, ele será expandido para outras regiões onde a companhia atua.

VLI/WComunicação

Blog do Maurício Araya

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques. Contribua com o debate, deixe seu comentário.

Siga as atualizações por meio dos canais no WhatsApp e Telegram; Google Notícias; e perfis nas redes sociais Threads, Bluesky, Mastodon, Tumblr, Facebook, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Sobre o autor: Maurício Araya é jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e g1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Comente o conteúdo