Siga os canais do Blog do Maurício Araya

São Luís registra chuva abaixo da média histórica em abril

Precipitação total foi de 307 mm, cerca de dois terços do esperado (458 mm); é o terceiro ano seguido com chuva abaixo da média no período.

São Luís registrou, pelo terceiro ano seguido, um mês de abril atípico, com chuvas abaixo da média histórica: em 2023, a precipitação total foi de 307 mm, pouco mais de dois terços do que o esperado (458 mm).

Março e abril costumam ser os meses mais chuvosos da estação, marcada por grandes volumes de chuva, provocados pela influência da Zona de Convergência Intertropical (Zcit) na região norte do Brasil - que leva a umidade do Oceano Atlântico para o continente.

Em 2022, choveu 337 mm; enquanto, em 2021, o volume total de precipitação foi de 196 mm. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Chapadinha foi a cidade - das que contam com pelo menos uma estação meteorológica do Inmet - que registrou o maior volume de chuva este mês, com 495 mm; seguido por Zé Doca, com 425 mm; e Turiaçu, com 381 mm.

As chuvas intensas, por outro lado, colocaram cidades do Maranhão no mapa da emergência da Defesa Civil Nacional e do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR): atualmente, 61 reconhecimentos de situação de emergência em 58 cidades maranhenses estão vigentes, sendo 49 por chuvas intensas, oito por inundações, um por enxurrada, um por erosão continental (voçoroca) e um por deslizamento de terra.

Blog do Maurício Araya

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques. Contribua com o debate, deixe seu comentário.

Siga as atualizações por meio dos canais no WhatsApp e Telegram; Google Notícias; e perfis nas redes sociais Threads, Bluesky, Mastodon, Tumblr, Facebook, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Sobre o autor: Maurício Araya é jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e g1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Comente o conteúdo