Siga os canais do Blog do Maurício Araya

Papete: vida e obra sempre presentes na cultura do Maranhão

Missa que relembra sete anos de falecimento de Papete ocorre às 17h desta sexta-feira (26), no Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em São Luís.

Nesta sexta-feira (26), completam-se sete anos do falecimento do músico, pesquisador, cantor e compositor maranhense José de Ribamar Viana, o inesquecível Papete, um dos maiores artistas brasileiros, natural de Bacabal.

Uma missa de intenção aos sete anos de falecimento de Papete será realizada no Santuário de Nossa Senhora da Conceição (Monte Castelo), em São Luís, às 17h desta sexta-feira.

Papete: vida e obra sempre presentes na cultura do Maranhão
Papete: vida e obra sempre presentes na cultura do Maranhão
Divulgação

Papete deixou um legado imenso para a cultura do Maranhão. De sólida carreira internacional e trajetória notável, inclusive, nos anos de 1982, 1984 e 1987, foi eleito um dos três melhores percussionistas do mundo. Mas era cantando as toadas, versos e canções da cultura popular do Maranhão que ele se sentia mais realizado.

É impossível falar da história do São João do Maranhão sem a obra de Papete. Sempre uma presença garantida e das mais esperadas dos nossos festejos juninos. E ele continua presente nos corações da legião de fãs que deixou, e sua música guarnece na trilha sonora dos arraiais, e nos inúmeros sucessos e hits tocados nas programações das rádios e playlists em qualquer lugar desse país.

Se estivesse vivo, Papete estaria com 75 anos, e em 2024 completaria 50 anos de carreira. Um trabalho de pesquisa e memória, na coordenação de Gisele Paiva, está sendo realizado para reunir o acervo, inclusive, existe muito conteúdo inédito. Esse conteúdo será totalmente disponibilizado ao público, onde se poderá também acompanhar por meio dos perfis oficiais do artista pelas redes sociais.

A saber, a obra completa Os Senhores Cantadores, Amos e Poetas do Bumba Meu Boi do Maranhão, lançada por ele em 2015, pode ser acessada no YouTube. Um trabalho necessário, inédito e visionário sobre a tradição e a riqueza cultural do bumba meu boi e ainda, um excelente material para divulgação internacional do Maranhão e desta que é uma das principais manifestações da cultura maranhense.

VS Comunicação

Blog do Maurício Araya

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques. Contribua com o debate, deixe seu comentário.

Siga as atualizações por meio dos canais no WhatsApp e Telegram; Google Notícias; e perfis nas redes sociais Threads, Bluesky, Mastodon, Tumblr, Facebook, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Sobre o autor: Maurício Araya é jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e g1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Comente o conteúdo