Projeto Aprender renova e amplia parceria pela educação

Por meio da parceria da Eneva, Governo do Maranhão e ONG LabEdu, quase 5 mil instituições de ensino maranhenses já foram beneficiadas.

Alinhada com seus compromissos de governança ambiental, social e corporativa (ESG), a Eneva renovou, essa semana, a parceria para o desenvolvimento do Projeto Aprender: Dentro e Fora da Escola com o Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e a ONG Laboratório da Educação (LabEdu).

Nos últimos três anos, o piloto do programa ocorreu nos cinco municípios produtores de gás natural no Maranhão (Santo Antônio dos Lopes, Capinzal do Norte, Lima Campos, Pedreiras e Trizidela do Vale), com o propósito de potencializar o aprendizado de crianças de zero a seis anos, por meio de uma abordagem de ensino em que o aluno passa a ter mais protagonismo na escola. O projeto piloto conseguiu impactar mais de 9 mil pessoas, entre elas professores, alunos e famílias das crianças no interior do Maranhão.

Projeto Aprender renova e amplia parceria pela educação no Maranhão: por meio da parceria da Eneva, Governo do Estado e ONG LabEdu, quase 5 mil instituições de ensino maranhenses já foram beneficiadas
Projeto Aprender renova e amplia parceria pela educação no Maranhão
Yan Krukau/Pexels

Seu sucesso junto às comunidades envolvidas foi tão grande que fortaleceu as iniciativas estaduais e deu origem a uma Política Pública do Estado do Maranhão de apoio à Educação na Primeira Infância, com a qual o projeto foi estendido para 211 dos 217 municípios maranhenses. Com isso, Maranhão vira o primeiro Estado brasileiro em adotar uma política pública para a educação infantil com formação continuada para os municípios.

Em 2022, o Projeto Aprender englobou 4,86 mil instituições de ensino, alcançando 24,55 mil participantes no total, incluindo professores, gestores das escolas e coordenadores pedagógicos.

Na sexta-feira (12), um encontro entre equipes técnicas da Eneva e de seus parceiros e representantes dos municípios diretamente envolvidos nas atividades apresentou o balanço dos impactos do projeto, bem como seu planejamento estratégico e plano de ação. Nesta nova fase da iniciativa, o objetivo é ampliar ainda mais o impacto e a sistematização do processo pedagógico da educação infantil.

"Para Eneva investir em educação é investir no futuro. O Aprender é o nosso maior investimento voluntario porque acreditamos no impacto que pode causar na região no interior do Maranhão. Temos muito orgulho de estar contribuindo para fortalecimento de uma política pública no Maranhão como exemplo de uma parceria publica privada bem-sucedida, em um estado onde a história da Eneva já tem mais de 10 anos de sucesso, seja no desenvolvimento econômico, seja no social", destaca a diretora de ESG, Saúde & Segurança e Comunicação da Eneva, Anita Baggio.

A companhia também apoia 194 alunos de oito escolas em quatro municípios com o Programa Semear em parceria com as Secretarias Municipais de Educação e em linha com a política pública de Educação para Jovens e Adultos (EJA) para alfabetização desse público. Já na comunidade do reassentamento da Nova Canaã, a Eneva já conseguiu erradicar o analfabetismo.

A empresa investe, ainda, em formação de mão-de-obra local. Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a Eneva traz capacitação para operadores para a usina de Itaqui e em parceria com o Instituto Federal do Maranhão (IFMA), em Pedreiras. A companhia investe na formação técnica e oferece anualmente um Programa de Estágio Técnico para o Complexo Parnaíba. Na sua força de trabalho no Estado, a Eneva conta, em Itaqui, com 97% de colaboradores maranhenses e, no Complexo do Parnaíba - região do Médio Mearim -, com 44%.

Em sua agenda ESG, a Eneva atua sob três pilares: redução das emissões, progresso social e conservação da Amazônia. Em todo Brasil, a empresa vai beneficiar, até 2030, 50 mil pessoas diretamente e 100 mil indiretamente por meio de projetos sociais com foco em geração de renda e educação.

Eneva/FSB

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques do blog. Contribua com o debate: deixe seu comentário. E siga acompanhando tudo o que é publicado por meio do Google Notícias, Mastodon, Facebook, Instagram, TikTok, Pinterest, LinkedIn e YouTube.



Conecte-se ao Blog do Maurício Araya

Sobre o autor: Jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e G1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Deixe seu comentário