Siga os canais do Blog do Maurício Araya

Òrìsà: sonoridade orgânica e feminina, no Centro Histórico

Reviver Hostel recebe neste sábado (10), às 19h, as DJs La Sierra (MA) e Pensanuvem (SP), e atriz Claudiana Cotrim (MA).

Um rito por meio da música; um trilha sonora orgânica e dançante; fluída sob os elementos água, fogo, ar, plantas e terra... para acender toda a natureza que habita em nós: essa é a tônica da Òrìsà, que ocorre neste sábado (10), às 19h, no Reviver Hostel - Centro Histórico de São Luís.

Òrìsà vem mostrar essa sonoridade dos elementos da natureza e traduzi-lo por meio de um set musical regido pela intuição e sensibilidade feminina das DJs La Sierra (MA) e Pensanuvem (SP), e no corpo cênico da atriz Claudiana Cotrim (MA).

Òrìsà vai começar logo ao fim de tarde, como um esquenta aos ensaios dos bois que embalam a temporada junina. A ideia é atiçar essa atmosfera pulsante que traz a força dessa metáfora nagô, uma das mais interessantes para explicar a existência da natureza que há em nós e quem somos: uma cabaça guardando a vida em suas mais diversas manifestações, a natureza guardando a própria natureza, um fruto guardando seus frutos: os Òrìsà.

Òrìsà: sonoridade orgânica e feminina, no Centro Histórico de São Luís; Reviver Hostel recebe neste sábado (10), às 19h, as DJs La Sierra (MA) e Pensanuvem (SP), e atriz Claudiana Cotrim (MA)
Òrìsà: sonoridade orgânica e feminina, no Centro Histórico
Divulgação

"Quando li sobre Òrìsà, numa revista chamada Senso, fiquei encantada, e utilizei o tema para uma das lives, via edital SECMA [Secretaria de Estado da Cultura], que realizei durante a pandemia; essa será a primeira vez que haverá uma edição presencial dessa festa, e estou muito animada; todas as atrações são mulheres, que expressam o que a natureza feminina tem de melhor, a força intuitiva", aponta Vanessa Serra (aka DJ La Sierra), idealizadora da iniciativa.

Além do caráter festivo, a mensagem é não somente tratar de Òrìsà o que os olhos podem ver, mas de Òrìsà o que a mente pode produzir, sentir, tocar, fazer, perceber, ouvir e, sobretudo, realizar. E conectar as pessoas pelas ideias e pela sua própria identidade.

Esse é um convite imperdível, faça parte dessa experiência Òrìsà - um rito por meio da música. Trata-se de uma produção independente, mais informações e compra de ingressos, no valor promocional R$ 15, por meio do WhatsApp (98) 99177-2593 ou via direct no Instagram @vanessaserrah.

Os Òrìsà são recipientes de vida, alegria, felicidade, saúde, naturezas, paixões, lágrimas, gargalhadas; são tudo o que há de mais humano...

A DJ paulistana Gabi Pensanuvem está em São Luís para uma breve temporada de vivência artística e cultural, aproveitando também para conhecer os Lençóis Maranhenses e a cidade histórica de Alcântara. Ela se define garimpeira-feiticeira, discoteca desde 2009, e durante a trajetória, produziu e criou o projeto Macumbia, que teve a primeira edição em 2011 homenageando diversos estilos da música latina. Participa também dos CESTA e Domingaz e Uh!ManasTV.

A premiada atriz Claudiana Cotrim é natural de São João Batista (MA), formada pelo Centro de Artes Cênicas do Maranhão em 1997, graduada em Letras e pós-graduada em Psicopedagogia. Desenvolveu a pesquisa A autonomia do ator em cena. Ministra oficinas de teatro e como atriz, seu repertório inclui diversos trabalhos em performances, espetáculos de teatro, oficinas de teatro, de contadores de histórias e de oratória, telenovelas, filmes e preparação de atores. Atuou na novela Chamas da Vida, da Record TV. Na Globo, teve participação nas novelas Da Cor do Pecado, Ti-Ti-Ti, Avenida Brasil, Salve Jorge e Em Família. E prepara-se para lançar seu primeiro livro Poemas Sintéticos.

A jornalista e DJ ludovicense Vanessa Serra fusiona movimentos sonoros no fluxo de uma linha intuitiva em transições envolventes. É especialista em warm up, realiza uma curiosa alquimia musical orgânica criando uma cumplicidade mútua com o público. É colecionadora de LPs, produtora fonográfica do LP Vinil & Poesia - Vol. 1, e está sempre presente no line dos principais festivais do Maranhão, entre eles, o Zabumbada, Natal Equatorial, Lençóis Jazz & Blues e BR 135, além de participações da Virada Cultural (SP), festas particulares na capital, em Atins (Lençóis Maranhenses) e diversas outras iniciativas. Recentemente, apimentou a noite de lançamento do disco O Homem que virou circo, de Marcos Magah, com participação de Zeca Baleiro. E integra o coletivo nacional Uh!ManasTV.

VS Comunicação

Blog do Maurício Araya

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques. Contribua com o debate, deixe seu comentário.

Siga as atualizações por meio dos canais no WhatsApp e Telegram; Google Notícias; e perfis nas redes sociais Threads, Bluesky, Mastodon, Tumblr, Facebook, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Sobre o autor: Maurício Araya é jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e g1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Comente o conteúdo