Siga os canais do Blog do Maurício Araya

2024 começa com previsão de chuva em quase todo o Brasil

Região Sul terá tempo firme com temperaturas amenas, e parte do Nordeste também será sol.

O primeiro dia do ano será chuvoso em grande parte do país, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Uma frente fria que ainda está no oceano aumenta a umidade do ar e é a responsável pelas pancadas previstas para quase todo o Brasil.

A primeira semana de 2024 será marcada pelo tempo chuvoso, mas o calor continua em boa parte do Brasil - algo típico dessa época do ano. O primeiro dia de 2024 tem previsão de tempo instável de Norte a Sudeste do país, como explica Andrea Ramos, meteorologista do Inmet.

Na parte central, Distrito Federal, Goiânia, são capitais que podem ter chuvas mais significativas, com possibilidade de chuvas mais fortes ao longo do dia primeiro. E também na região Sudeste, principalmente Espírito Santo e Minas Gerais. Não se descarta chuva no Rio de Janeiro e São Paulo pode ter também chuvas isoladas.

A partir do dia 1º, segundo a meteorologista, o volume de chuvas pode ser maior. Mesmo o verão sendo tradicionalmente a estação mais chuvosa do ano, as pancadas amenizam mas não levam embora o calor. Segundo o Inmet, a previsão é que o verão de 2024 seja de temperaturas acima da média em todo o Brasil.

Brasil 61

Blog do Maurício Araya

Gostou do conteúdo do Blog do Maurício Araya? Leia outros destaques. Contribua com o debate, deixe seu comentário.

Siga as atualizações por meio dos canais no WhatsApp e Telegram; Google Notícias; e perfis nas redes sociais Threads, Bluesky, Mastodon, Tumblr, Facebook, Instagram, Pinterest e LinkedIn.

Sobre o autor: Maurício Araya é jornalista profissional (DRT-MA nº 1.139), com ênfase em produção de conteúdo para Web, edição de fotos e vídeos e desenvolvimento de infográficos; com passagem pelas redações do Imirante.com e g1 no Maranhão; e vencedor, por dois anos (2014 e 2015), da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo, na categoria Webjornalismo. Saiba mais

Comente o conteúdo